Celular

08/12/2010 17h54 - Atualizado em 14/07/2011 07h09

Samsung disse não para o nome Nexus Two

Thássius Veloso
por
Do Tecnoblog

A intenção do Google com os aparelhos Nexus é muito clara: oferecer um smartphone com o mínimo de intervenções de fabricantes e operadoras. Não por acaso, ele tem sempre o Android mais recente e também o mais cru, com direito a suporte indeterminado do Google e atualizações contínuas. Um prato cheio para os desenvolvedores de aplicativos para a plataforma.

Samsung Nexus SSamsung Nexus S (Foto: Divulgação)

Nessa semana saiu o Nexus S, a segunda geração do aparelho. Ele tem processador A8 de 1 GHz, memória interna de 16 GB e vários outros recursos, como a câmera de 5 megapixels. Diferentemente do Nexus original, no entanto, a segunda geração será fabricada pela Samsung. Foi a empresa sul-coreana quem protagonizou uma curiosa cena ao dizer não para o nome “Nexus Two”, pelo qual o aparelho era conhecido até mesmo dentro do Google.

Fontes de Michael Arrington, do conceituado TechCrunch, disseram que a Samsung simplesmente recusou essa alcunha porque “não gosta de ser a número dois”. É uma posição justa, mas daí a recusar o nome natural do aparelho são outros quinhentos. Enquanto isso, a HTC entra para a história, sendo a primeira a produzir um Nexus.

Resta a dúvida de onde veio a inspiração do “S” ao fim do nome do aparelho. Tem quem diga que é para falar de velocidade (“speed” em inglês), ou ainda smartphone ou Samsung. De qualquer forma, semelhanças com o Samsung Galaxy S não devem ser mera coincidência.

Fonte: TechCrunch

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares