10/01/2011 09h46 - Atualizado em 20/03/2013 12h55

Desligamento de botnets causa redução de spam mundial

Rafael Silva
por
Do Tecnoblog

Mensagens de spam lotam caixas de entradas ao redor do mundo praticamente desde que o e-mail foi inventado. O volume é tão grande que a maioria dos provedores de emails hoje em dia já cria um filtro e uma pasta específica para o recebimento desse tipo de mensagens nas contas de novos usuários. E apesar dos provedores aperfeiçoarem cada vez mais seus filtros, alguns spams invariavelmente vão passar para a inbox. Mas os servidores responsáveis por filtrar esse lixo ganharam uma folguinha nas últimas semanas.

Spam (Foto: Reprodução)Spam (Foto: Reprodução)

Segundo a empresa de segurança Symantec, a queda de uma botnet (rede de computadores zumbi) no mês passado contribuiu para a redução de mais de 75% do volume de spam no mundo. Dados divulgados pela empresa essa semana afirmam que a rede de computadores zumbi conhecida como Rustock, a que mandou o maior volume de spam em 2010, está inativa desde o natal. Junto com ela, outras duas também praticamente não mandam nenhuma mensagem desde o final de dezembro, a Lethic e Xarvester.

Essa é a primeira queda significativa no volume de mensagens de spam na internet desde agosto do ano passado. Os pesquisadores da Symantec, no entanto, não sabem afirmar qual o motivo do desligamento das botnets ou se elas podem voltar a funcionar a todo vapor no futuro. Pelo bom funcionamento da minha caixa de entrada, eu espero que continuem desligadas.

Via: Symantec

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares