Tablet

12/01/2011 13h44 - Atualizado em 14/07/2011 07h07

Samsung Galaxy Tab ultrapassa o iPad em vendas na Coreia do Sul

Victor Vasques
por
Para o TechTudo

Para os que não estão familiarizados, no marketing moderno existe uma estratégia que chamamos de "oceano azul". A ideia é simples: Mapear o mercado e descobrir nichos e segmentos inexplorados pelos concorrentes.

Assim como nas navegações antigas, quando um oceano é descoberto, logo se torna paradeiro de diversas caravanas. No caso do marketing moderno, ao invés de caravanas, aparecem as empresas.

Samsung Galaxy Tab (Foto: Divulgação)Samsung Galaxy Tab (Foto: Divulgação)

A Apple é uma das experts em desbravar novos oceanos. Foi assim com o iPhone e tem sido assim com o iPad. No entanto, assim como foi aconteceu no mercado de celulares, os tablets tornaram-se um mercado bem disputado. Um exemplo disso foi a enxurrada de concorrentes para o iPad apresentados na CES 2011.

O problema da Apple é que, assim como no campo marítimo, os nativos sempre conhecem melhor o ambiente. Pelo menos foi essa vantagem que se mostrou importante na briga entre o iPad e o Samsung Galaxy Tab na Coreia do Sul. A empresa sul coreana já conseguiu vender mais de 250 mil unidades do seu aparelho, contra apenas 100 mil unidades do iPad.

Um dos fatores responsáveis pela liderança do mercado tem sido a distribuição. Enquanto o aparelho da Samsung está presente na operadora líder SK Telecom e outras diversas operadoras menores, o iPad chega ao público coreano apenas por meio da KT.

Segundo a ROA Group, empresa local de pesquisa, o número de vendas do Galaxy Tab deve atingir 3 milhões de unidades até 2012, deixando o iPad para trás na disputa pelo mercado da região.

Coincidência ou não, parece que a Samsung sabe como derrubar a liderança da Apple, mesmo que seja apenas dentro do seu país de origem.

Via Galaxy Tabbing.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares