Internet

18/03/2011 10h41 - Atualizado em 19/03/2013 13h47

Comparativo entre o Internet Explorer 9 e seus concorrentes

Helito Bijora
por
Para o TechTudo
IE9 (Foto: Divulgação)IE9 (Foto: Divulgação)

Lançado no início da semana, o Internet Explorer 9 é atualmente a menina dos olhos da Microsoft. O navegador já alcançou a incrível marca de 2,3 milhões de downloads em apenas 24 horas, e de fato esta é a melhor versão do Internet Explorer já lançada. Mas será que o navegador está mais veloz que o Chrome? Ele é mais seguro que o Firefox 4? Afinal, seria o IE9 o melhor navegador da atualidade?

O TechTudo testou o Internet Explorer 9 durante os últimos dias e traz, agora, um comparativo completo e exclusivo entre o navegador da Microsoft e seus principais concorrentes.

Navegue pela Internet sem deixar rastros

Uma das novidades do Internet Explorer 9 é a ‘Proteção contra rastreamento‘. O recurso, quando ativado, permite bloquear que serviços como o Adsense, Google Analytics e outros scripts rastreiem sua atividade em websites. O Internet Explorer foi o primeiro a trazer a ferramenta de forma nativa, mas é possível conseguir uma funcionalidade parecida em outros navegadores através de extensões.

Proteção contra rastreamento (Foto: Reprodução/Helito Bijora)Proteção contra rastreamento (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

Mas não confunda a proteção contra rastreamento com a navegação InPrivate – isso o Internet Explorer já conta desde a versão 8. É bom deixar claro: no modo de navegação privado, o navegador apenas deixa de salvar o histórico dos sites visitados, não deixando indícios de que você acessou aquele site educativo. Os principais navegadores do mercado — Firefox, Chrome, Opera e Safari — já contam com o recurso há anos, e todos eles cumprem perfeitamente a proposta.

Segurança

No quesito segurança o Internet Explorer sempre foi motivo de piadas. Mas isso, felizmente, mudou. O navegador da Microsoft ainda não conta com a sandbox do Chrome, recurso que permite executar o browser e alguns de seus plugins de forma isolada do sistema operacional, mas trouxe uma ferramenta que reforça bastante a segurança do navegador: estamos falando da ‘Filtragem ActiveX’.

Segurança (Foto: Reprodução/Helito Bijora)Segurança (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

O ActiveX é uma tecnologia proprietária da Microsoft e exclusivo do Internet Explorer desde as primeiras versões do navegador. Mas não confunda exclusivo com bom. Esse recurso foi diversas vezes responsável por brechas de segurança e travamentos. Agora o Internet Explorer traz um filtro que desabilita a execução desses complementos, reforçando a segurança e estabilidade.

Vez ou outra a Microsoft detecta e corrige falhas de segurança no Internet Explorer, mas isso é normal e acontece com todos os navegadores.

Velocidade e adequação aos padrões

Outra fama que o Internet Explorer ganhou ao longo do tempo (e com razão) foi a de lento. Felizmente, a situação mudou radicalmente. Hoje, o IE9 é um dos mais rápidos do mercado, ganhando inclusive do Firefox 4 em alguns testes. Essa melhora só foi possível graças a adequação aos padrões e ajustes finos no cerne do IE9, a engine Trident 5.0 — também conhecido por MSHTML.

Até o Internet Explorer 8 a Microsoft nunca tinha dado muita atenção aos padrões e novos formatos da Internet. Para a alegria dos desenvolvedores, o IE9 foi fortemente trabalhado e melhorado neste quesito. A engine Trident 5.0 suporta SVG, XHTML, CSS 3 e vários recursos do HTML5. O Internet Explorer atinge 95 pontos (de 100 pontos possíveis) no Acid3, teste que mede a performance e adequação do navegador a alguns padrões web.

Velocidade do IE9 (Foto: Reprodução/Helito Bijora)Velocidade do IE9 (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

Outro grande avanço do Internet Explorer foi na velocidade de processamento de código JavaScript. O novo motor Chakra é um dos mais velozes do mercado, perdendo apenas para o Chrome e seu imbatível V8. O IE9 também foi um dos primeiros a apresentar a aceleração de páginas por hardware (GPU), recurso que hoje já pode ser encontrado na maioria dos navegadores.

De cara nova

O Chrome revolucionou o ambiente gráfico dos navegadores. Antes da Google entrar na disputa pelo mercado de browsers, todos os navegadores possuíam uma interface cheia de botões, menus e opções, poluindo e na maioria das vezes apenas ocupando espaço na tela. A Microsoft decidiu seguir a mesma decisão acertada do Chrome e desenvolveu uma nova interface para Internet Explorer.

De Cara Nova (Foto: Reprodução/Helito Bijora)De Cara Nova (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

No IE9, apenas o essencial é mostrado. Basicamente, a interface do navegador se resume a alguns botões, barra de endereços/pesquisa e guias. Neste ponto, porém, surge uma vantagem sobre o Chrome: se o usuário preferir, pode personalizar a interface e adicionar praticamente tudo o que desejar, deixando-o praticamente como o IE8 — uma ótima escolha para quem pretende migrar para o IE9 e não se acostumou com o visual minimalista.

IE9 com menu clássico (Foto: Reprodução/Helito Bijora)IE9 com menu clássico (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

O Firefox 4 também trará um visual completamente remodelado, mas o navegador da Mozilla, a exemplo do IE, é extremamente personalizável no quesito interface. O Chrome é o único que não permite muitas alterações.

Sincronização

Atualmente, é comum as pessoas possuírem vários computadores, um de mesa e um portátil, além do PC do trabalho. Para manter seus dados sincronizados entre eles, Opera, Chrome, Firefox 4 e Safari (recurso pago no navegador da Apple, vale dizer) já contam com uma ferramenta nativa para sincronização e armazenamento online dos seus favoritos, histórico, senhas e mais.

Esse, infelizmente, não é o caso do Internet Explorer 9. Um dos pontos negativos do navegador da Microsoft é que ele ainda não possui uma ferramenta de sincronização nativa. Se o usuário quiser manter suas informações pessoais sincronizadas entre vários computadores, terá que instalar uma solução de terceiros, como o Xmarks, ou o Windows Live Sync.

Para concluir

O Internet Explorer 9 é a prova de que a concorrência faz bem para todos. Uma coisa é certa: tanto avanço só veio depois que os usuários reconheceram a superioridade da concorrência e a posição de navegador mais usado do mundo foi colocada em cheque — na Europa, por exemplo, o Firefox já assumiu a liderança há alguns meses.

A Microsoft deu uma resposta digna de atenção e mostrou que o Internet Explorer ainda não está morto. A nona versão do navegador vem com uma árdua missão: alavancar o uso do IE, que vem em declínio há um bom tempo — ou, no mínimo, frear a migração em massa para o Chrome e Firefox, principalmente. Pela qualidade do produto que a empresa de Bill Gates colocou no mercado, a missão não deve fracassar.

Respondendo a pergunta do primeiro parágrafo, se e o Internet Explorer é o melhor navegador da atualidade, a resposta é não. Ele é um dos melhores. Cada browser tem uma característica exclusiva e que, se botadas na balança, empataria o jogo facilmente. Cabe a você, usuário, decidir qual é a mais relevante para o seu dia-a-dia.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Milton Calado
    2011-03-18T14:28:04

    Não vi nesta materia o erro para quem tenta instalar e apresenta mensagem "Esta versão de instalação não tem suporte para o tipo de sistema Windows (32 bits/64 bits). Será que a empresa viu este tipo de problema?

  • Francisco Fernandes
    2011-03-18T15:31:36

    Com Win 7 e EI -9 , A Microsof detonou geral , o gigante acordou!!!!

  • Deivid Dias
    2011-03-18T15:40:57

    E quanto aos downloads, foi incorporado um gerenciador de downloads?

  • Marcelo Gondim
    2011-03-18T13:24:39

    O grande problema do IE9 são as falhas que ainda não foram descobertas.... Eu que não vou ser a cobaia

  • Charlles Sousa
    2011-03-18T16:35:27

    Não vi na matéria nenhuma comparação com outros Browsers, apenas mostra os novos recursos do IE9. Vou continuar usando o Firefox ou Chrome, esses sim são navegadores.

  • Francisco Guimarães
    2011-03-18T16:08:40

    Instalei e não gostei. Vive dizendo que a conexão caiu (algo como "a página está offline", não me lembro agora). E aí só entrando na página de novo. Com IE8, isso nunca aconteceu. Para algumas páginas, pareceu-me estar mais rápido, para outras, mais lento (posso estar enganado). Caixas de selecão de alguns sites, tornaram-se invisíveis (você clica nas abas e não aparece nada. ex: página do MPU). A porcaria interferiu até no Outlook Express. A Microsoft conseguiu me convencer: instalei o Firefox e já posso navegar pelas páginas que o IE9 não entende. Valeu, Bug Gates!

  • Anderson Costa
    2011-03-18T13:57:19

    Sinceramente o IE ainda é muito ruim, mesmo pq nas disputas feitas em relação ao Chrome, perde feio, sem falar q copiou na cara dura o layout e a segurança é só ñ rodar active X q é necessário em alguns sites como de banco. kkkkkkkkkkkkkk. IE é uma piada agora com o Chrome na midia.

  • Paulo Silva
    2011-03-18T13:27:52

    Bem, no quesito velocidade, ainda continuo com o Opera. No Acid3 ele dá 100/100. :)

  • Diogenes Jesus
    2011-03-18T13:12:23

    Esteticamente ficou realmente mais interessante, mais ainda possue alguns bugs. Em certo sites como you tube, ele não interpreta alguns potões como na sessão de adicionar videos. Realizei este teste com o Crome e funcionou perfeitamente, mas tive que retornar para IE8.