28/04/2011 13h31 - Atualizado em 14/07/2011 06h52

SPG Solar, os paineis solares que boiam na água

Dorly Neto
por
Para o TechTudo
Paineis solares na água. (Foto: Divulgação)Paineis solares na água. (Foto: Divulgação)

Combustíveis fósseis estão cada vez mais escassos no mundo. O uso excessivo dele, sem respeitar o ciclo natural de geração de novos combustíveis, faz com que esse bem tão precioso para a Terra possa sumir dentro de algumas centenas de anos. Com essa preocupação, a busca por novas soluções tecnológicas no âmbito da produção de energia são cada vez mais solicitadas.

As duas maiores referências na área são a energia eólica e a solar. A eólica ocupa diversos campos onde há uma grande quantidade de vento, gerando energia. Já os paineis solares costumam ficar no telhado de casas e também em campos. Porém, já pensou se esses paineis solares ficassem flutuando na água?

SPG Solar  (Foto: Divulgação)SPG Solar (Foto: Divulgação)

Isso é o que muitas empresas do ramo de produção de energia solar vêm fazendo. A empresa SPG Solar instalou cerca de 144 paineis solares, que ficam ancorados em uma irrigação de um tamanho de três hectares, em uma lagoa de Petaluma, condado de Sonoma. Ao norte, cerca de 35 quilômetros, mais paineis solares. Dessa vez, são quase 1.000 paineis cobrindo o lago Far Niente Winery.

A SPG Solar, baseada na Califórnia, a Sunengy, da Austrália e Solaris Sinergy, de Israel, são três empresas especializadas em buscar soluções para implantar paineis solares em lagos e rios sem danificar o meio ambiente ou o habitat dos animais. Muitas pessoas estão alugando lagos de suas propriedades para essas empresas como uma forma de aumentarem suas receitas, economizarem energia e, de um jeito, ajudar o meio ambiente.

A Sunengy declarou que seu foco será os países em desenvolvimento, onde há um déficit de energia que pode ser suprido com a própria condição natural dos lugares, que normalmente possuem sol abundante e vastas extensões de rios e lagos.

Já a SPG Solar foca sua atuação na Índia, Oriente Médio e Austrália, ambientes com também muita exposição de sol para explorar e lagos abundantes. Nenhuma dessas empresas têm atuação no Brasil no momento, mas seria uma ótima solução energética para as nossas terras.

Via: Nytimes

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares