28/04/2011 16h25 - Atualizado em 14/07/2011 06h52

Vlogger Felipe Neto lança campanha contra os valores dos impostos no Brasil

Paulo Higa
por
Para o TechTudo

O vlogger Felipe Neto, que já conta com quase 100 milhões de visualizações em seus vídeos no YouTube, lançou a campanha Preço Justo, uma crítica aos altos impostos cobrados no país, que encarecem muito o preço dos produtos, especialmente os eletrônicos. Quem já pesquisou preços de gadgets no exterior ou acompanha o TechTudo regularmente, sabe que no Brasil os preços cobrados são muito altos - chegando ao quádruplo dos cobrados em outros países mais desenvolvidos.

Felipe Neto e a campanha Preço Justo (Foto: Reprodução)Felipe Neto e a campanha Preço Justo (Foto: Reprodução)

A campanha é muito semelhante ao Jogo Justo, que fez diversas lojas abaixarem os preços de jogos eletrônicos por um período de tempo. Em um teste realizado em novembro de 2010, o jogo Bioshock 2, vendido pelo preço promocional de R$ 59,90, esgotou em 47 minutos no Wal Mart e em 10 minutos na UZ Games, que também forneceu o jogo por preço reduzido nas lojas físicas.

O Preço Justo cita a arrecadação expressiva de impostos que parecem não voltar em serviços para a população, mas apenas em gastos supérfluos do governo. Segundo o site Impostômetro, a arrecadação de 2011 do governo brasileiro já ultrapassa 440 bilhões de reais. Os impostos cobrados sobre os produtos, como o Imposto de Importação, o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) deixam as mercadorias custando cerca de quatro vezes mais.

Um exemplo levantado pela campanha é o console Playstation 3, vendido por US$300 (R$ 475, considerando a cotação do dólar de hoje) nas lojas norte-americanas e que chega custando R$ 2000 no Brasil. Os impostos absurdos não se restringem aos importados: filmes em Blu-ray, produzidos na Zona Franca de Manaus, custam até cinco vezes mais do que no exterior.

Para participar do manifesto, acesse o Preço Justo e insira seus dados pessoais: nome, e-mail e CPF. No vídeo publicado no YouTube, Felipe Neto se comprometeu a entregar as assinaturas na mão da presidente Dilma Rousseff, caso o número de participantes chegue a 1 milhão. No momento da redação desta matéria, a página já anunciava o total de 249 mil participantes.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Rafael Santos
    2011-04-29T10:53:31

    Toda iniciativa para rever tanto os valores dos impostos quanto o destino dado para a arrecadação é válida e hoje em dia necessária.

  • Eduardo Reis
    2011-04-28T22:24:31

    Quando esse pateta ai tirar a "PORRA" da boca, pode ser q eu pare pra ouvir o q ele diz ter a dizer ...