12/05/2011 16h34 - Atualizado em 14/07/2011 06h49

Flexbook, um notebook conceitual flexível e dobrável que poderia ser guardado no seu bolso

Dorly Neto
por
Para o TechTudo

Uma das maiores desvantagens dos computadores é a impossibilidade de manuseá-los de forma flexível. Por seus componentes eletrônicos serem rígidos, sempre se acreditou que isso não aconteceria. Porém, um design baseado em Taiwan, chamado Hao-Chun Huang, projetou um computador que tivesse essa possibilidade flexível e, ao mesmo tempo, mantesse suas características rígidas.

O conceito foi feito para ser apresentado para o Prêmio Fujitsu 2011 de Design. O nome do aparelho criado é o Flexbook e, como o próprio nome sugere, trata-se basicamente de um netbook dobrável, que tem a possibilidade de tornar-se um tablet também.

Flexbook (Foto: Divulgação)Flexbook (Foto: Divulgação)

A tela do Flexbook é de 11 polegadas e foi projetado para ser portátil. O teclado é retrátil e pode aparecer e desaparecer quando for necessário. Principalmente quando for usar no modo tablet, onde o teclado torna-se desnecessário, visto que a tela do aparelho é touchscreen. A estrutura física consiste em proteções de plástico intercambiáveis, ou seja, podem ser trocadas, podendo ter a opção de personalizar o seu aparelho com diversas cores.

Contudo, como sua tela pode ser dobrável? Através da tecnologia OLED, recém-descoberta, os aparelhos podem flexibilizar as telas sem perder a qualidade ou quebrá-las. Assim, os produtos finalmente poderão tornar-se híbridos, sendo, ao mesmo tempo, smartphone, tablet e netbook. Ainda não há previsão para esse conceito tornar-se protótipo, mas aguarda-se ansiosamente por um computador dobrável que possa caber no nosso bolso.

Via: Technabob

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Juliana Cavalcante
    2011-05-17T13:23:45

    A novidade apresentada é interessante, mas o texto é sofrível! Na boa: retira esse texto, revisa e depois publica de novo. "Mantesse" é de matar, e não está sozinho nessa: há erros de concordância, ortografia, frases sem sentido claro. Péssimo.