Robótica

20/05/2011 14h01 - Atualizado em 06/10/2011 18h43

Robô de telepresença em dirigível flutuante pode te levar a qualquer lugar

Dorly Neto
por
Para o TechTudo
Telepresença móvel. (Foto: Divulgação)Telepresença móvel. (Foto: Divulgação)

Pesquisadores do mundo todo, no âmbito da robótica, estudam formas de facilitar e deixar mais real a comunicação humana através de meios eletrônicos. Atualmente, investe-se muito em pesquisas de telepresença.

Por exemplo, pesquisadores da Sony Computer Science Laboratories, liderados por Tobita Hiroaki, criaram um modo de fazer telepresença de uma forma móvel, com muita autonomia de movimentos.

O experimento consiste em um balão de gás hélio flutuante que projeta imagens ao vivo do transmissor. Ele se desloca graças a pequenas hélices embutidas, controladas por controle remoto. Trata-se de um minidirigível que pode transmitir qualquer tipo de imagem pelo espaço, sendo controlado de qualquer lugar.


Apesar do seu formato parecer, à pimeira vista, um pouco assustador, no tocante às pesquisas do âmbito da evolução das telecomunicações, é um importante passo dado. Até então, os mecanismos de telepresença eram limitados por aparelhos fixos ou de mobilidade limitada. Agora, com sua presença no ar, ficará com locomoção mais fácil e interação mais leve.

A intenção dos pesquisadores é continuar com as buscas pela melhoria da tecnologia e, aos poucos, apresentar os protótipos e a evolução do conceito, até chegar num produto final que seja facilmente cambiável e de uma usabilidade prática para os usuários finais.

Via: Dvice

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Marcos Akio
    2011-05-20T22:33:50

    A japonesa Sharp,assim como a Sony, estão investindo pesado nessas tecnologias. Pena que devido ao terremoto que aconteceu aqui no Japan,atrasará muitos investimentos em tecnologia e automobilistíca.