27/07/2011 11h34 - Atualizado em 27/07/2011 11h34

Eletricidade wireless alimenta implante cardíaco

Dorly Neto
por
Para o TechTudo
O projeto é experimental. (Foto: Divulgação)O projeto é experimental. (Foto: Divulgação)

Quando o coração já não consegue mais bombear o sangue necessário para alimentar o corpo são colocados implantes para fazer com que o sangue flua normalmente, até a hora da operação. Mas essa tecnologia evoluiu tanto que está cada vez mais permanente nos pacientes, que podem chegar a usá-la usar por anos.

O problema é que as bombas cardíacas artificiais precisam de fios para serem alimentadas e 40% dos pacientes que as usam tiveram algum tipo de infecção. Como solução, pesquisadores das universidades de Washington e Pittsburgh, nos Estados Unidos, criaram um conceito de transmissão wireless de energia para os dispositivos, acabando com a necessidade de um fio condutor que transpasse o corpo do paciente.

A tecnologia usada se trata de energia indutiva, em que uma bobina geradora e transmissora emite as ondas magnéticas necessárias para alimentar as bombas cardíacas e uma bobina receptora capta essa energia para alimentar uma bateria, ou o aparelho diretamente. O aparelho ajusta a potência de acordo com a indução da bobina ou a distância da transmissão.

A intenção principal dos pesquisadores é alimentar uma bateria interna ao corpo do paciente, para dar a ele uma autonomia que antes não existia, como breves saídas de casa, além das tarefas usuais de caminhar pela casa. As baterias hoje disponíveis podem ter pelo menos duas horas de autonomia.

Via: Technologyreview

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares