07/07/2011 10h56 - Atualizado em 14/07/2011 06h38

Novos chips magnéticos consomem milhões de vezes menos energia que os chips de silício

Daniele Monteiro
por
Para o TechTudo
Detalhe dos nanomagnets em um chipDetalhe dos nanomagnets em um chip

Talvez esteja por vir uma das maiores revoluções da eletrônica desde a invenção dos transistores de silício, os chips magnéticos. Diferente dos tradicionais chips de silício, que funcionam na base da movimentação de elétrons e geram muito calor, o chip magnético utiliza barras magnéticas na escala nanométrica. A energia que um chip magnético consome chega a ser 1 milhão de vezes menor que a consumida por um de silício.

O setor de portáteis, como smartphones, tablets e notebook, seria o primeiro beneficiado pela tecnologia. Todos que têm um Android ou um iPhone sabem que é necessário recarregá-los todos os dias. Com um consumo menor de energia, esses aparelhos teriam uma autonomia muito maior.

Os chips de silício esquentam porque os elétrons se movimentam e como enfrentam resistência de outros elementros da estrutura dos átomos, o calor é gerado. Fazendo uma analogia, é como se alguém quisesse correr em um local difícil, onde se gasta muito mais energia.

Os nanomagnets do chip magnético usariam os pólos (norte e sul) para fazer a representação binária (ou mais conhecido como 0 e 1), ou seja, os próprios nanomagnets serviriam como memória. Segundo os cientistas, o desafio é fazer a ligação entre os pontos para transmissão e as operações lógicas, que são as operações básicas que o seu processador executa a todo instante.

Em 2006, os pesquisadores da Universidade de Notre Dame conseguiram fazer as tais operações lógicas. Desde então as pesquisas com a tecnologia só cresceram.

Esperamos ansiosamente para que pesquisas assim tenham resultado prático, afinal, é um tremendo de um incômodo recarregar nosso smartphone a todo o momento.

Via Science Daily
 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares