Celular

29/08/2011 12h16 - Atualizado em 30/08/2011 10h15

Entenda o que é uma Operadora Móvel Virtual e o que muda com o novo modelo

Ramon Cardoso
por
Da redação

No dia 18 de agosto deste ano, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) concedeu autorizações para que Porto Seguro Telecomunicações e Sermatel funcionem como Operadoras Móveis Virtuais. Com isso, as empresas poderão utilizar a infraestrutura e a frequência de operadoras tradicionais para comercializarem assinaturas de Serviço Móvel Pessoal (SMP) sob suas marcas.

O modelo de Operadora móvel com rede virtual (MVNO) já é utilizado em mais de 40 países, sendo que a Europa concentra a maior parte dos casos. As parcerias têm como objetivo unir a expertise das operadoras de telefonia ao potencial de mercado, canais de distribuição e recursos das grandes empresas, fidelizando a base de clientes por meio da mobilidade e da oferta diversificada de serviços e produtos.

Operadoras móveis virtuais podem usar antenas e redes das operadoras tradicionais (Foto: Reprodução)Operadoras móveis virtuais podem usar antenas e redes das operadoras tradicionais (Foto: Reprodução)

No Brasil, a Porto Seguro realizará a venda dos novos serviços para seus clientes em parceria com a Tim e a Datora Telecom, que dividirão as responsabilidades de infraestrutura e operação, respectivamente. Empresas como Carrefour (que já opera em alguns países da Europa), Banco do Brasil e GVT também já demonstraram interesse em participar do modelo móvel virtual.

Esse tipo de modelo tem se mostrado muito promissor no mercado atual, principalmente pelo baixo custo em relação ao modelo tradicional de operação. Tal fato é explicado pela "união de forças" de empresas de diferentes ramos, o que possibilita que ambas foquem em suas especialidades e, dessa forma, tenham menores custos operacionais.

Para a operadora virtual, essa pode ser uma ótima forma de alavancar a venda de outros serviços, por meio da convergência de produtos com a assinatura de celular. As operadoras tradicionais podem ganhar com a diversificação e aumento de sua receita, visto que a estrutura necessária já está disponível.

Já para os consumidores, a principal vantagem é receber um serviço especial, acessível em canais não tradicionais, além da maior variedade de serviços do tipo, o que colabora para esquentar a concorrência entre as empresas.

O que é uma Operadora Móvel Virtual?

Uma Operadora Móvel Com Rede Virtual (no inglês, Mobile Virtual Network Operator) é uma empresa (geralmente de marca forte) responsável por prestar o Serviço Móvel Pessoal sem possuir uma rede própria. Para isso, ela alia a sua marca a operadoras móveis convencionais, oferecendo seu canal de distribuição, recursos de Marketing, CRM e atendimento em troca de uma rede autorizada e da infraestrutura.

O termo "virtual" está relacionado ao fato de que, apesar de serem percebidas pelos consumidores como as empresas responsáveis pela prestação de todo o serviço, as operadoras virtuais não possuem, de fato, uma rede de telefonia móvel. Nesse caso, o que ocorre é uma espécie de "revenda" do serviço móvel, com compartilhamento de receitas entre as empresas envolvidas na parceria.

MVNO no Brasil

No Brasil, uma consulta pública para o modelo foi aberta em 2009 pela Anatel e, desde então, muitas empresas manifestaram interesse em ser uma operadora móvel. No ano seguinte, a Agência autorizou a atividade em território nacional e, recentemente, a parceria entre a Porto Seguro e a Tim, que afirma manter contato com outras possíveis operadoras virtuais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Cláudio Costa
    2016-07-20T18:30:58

    A Anatel está preocupada em agradar as operadoras deixando de lado os clientes que são quem pagam seus salários absurdos, ou será que são as operadoras que o fazem de forma indireta?????

  • Cláudio Costa
    2016-07-20T18:29:03

    De que adianta aumentarem essas empresas virtuais se as empresas físicas não possuem uma infraestrutura que atenda perfeitamente seus clientes???????