Internet

22/08/2011 19h05 - Atualizado em 22/08/2011 19h05

Guerra de patentes: quem está processando quem no mercado de celulares?

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

As patentes de tecnologia são, hoje, tão ou mais importantes que os próprios lançamentos, principalmente no mercado de telefonia, onde as gigantes do setor estão se enfrentando em batalhas judiciais. Com tantas acusações, isso criou uma nova "mania" no ambiente corporativo de dispositivos móveis. São tantas empresas envolvidas em processos que fica até difícil saber qual empresa está acionando outra na justiça por violação de patentes.

Tentando esclarecer o cenário judiciário do mundo mobile, a Thomsom Reuters publicou recentemente um gráfico que mostra como está o campo de batalha legal das patentes de dispositivos móveis. Confira:

Infográfico de processos (Foto: Reuters)Infográfico de processos (Foto: Reuters)

A Google, por exemplo, uma das empresas de maior visibilidade no setor de mobilidade, só está sendo processada pela Oracle, e isso por causa de uma questão sobre sua plataforma Java na esfera móvel.

A Microsoft, em compensação, está processando de forma múltipla a Barnes & Noble, a Foxconn (a principal fabricante de dispositivos Apple, onde produtos com o sistema iOS são montados), Motorola e Inventec. Outra detalhe é que a Microsoft está licenciando patentes para a HTC e para a Amazon, como pode ser visto no gráfico (lembrando que as disputas judicias entes Amazon e Apple não envolvem patentes reais, logo, não entram nessa tabela).

A campeã de ações jurídicas é a Apple, que está processando, ou está sendo processada, com cinco diferentes corporações, entre elas a Kodak. Há pouco a empresa conseguiu fechar um acordo em um processo movido pela Nokia, porém a projetista do iPhone entrou com uma ação contra a maioria dos principais fabricantes que utilizam o sistema operacional Android (exceto a LG, estranhamente). Ou seja: a Apple tem ações contra HTC, Samsung e Motorola. 

Falando em Samsung, inclusive, a empresa sul-coreana foi protagonista do assunto nas duas últimas semanas, pois teve o seu Galaxy Tab 10.1 retirado das lojas da União Europeia. A decisão já foi revogada por magistrados da Alemanha e Holanda, e o tablet já está à venda.

A única empresa que parece ter escapado da guerra de patentes é a Qualcomm, que entrou em acordo com a Nokia recentemente. A Qualcomm fornece chips para dispositivos de vários fabricantes citados, logo, é uma das empresas consideradas vitais para que o mercado de dispositivos móveis continue a funcionar.

Alguns nomes não citados podem ser lembrados, mas vale o registro que os problemas legais de patentes da Intel não estão ligados à área de mobilidade, e que IBM e Cisco certamente entrarão nessa tabela em algum momento no futuro.

Via ReadWriteWe.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares