30/11/2011 15h48 - Atualizado em 30/11/2011 15h50

LG aposta na Smart TV e seus aplicativos para 2012

Bernard De Luna
por
Para o TechTudo

A LG Eletronics realizou em São Paulo, o II Fórum Digital LG, evento que reuniu grandes nomes do mercado para discutir essa evolução tecnológica. Segundo Milton Netto, gerente de produto da Smart TV, os processos irão sofrer mudanças e, com isso, o modo de se fazer publicidade e a produção de conteúdo também, deixando tudo mais dinâmico.

II Fórum Digital - Tv conectada (Foto: Divulgação)II Fórum Digital - Tv conectada (Foto: Divulgação)

De pequenas discussões referente a nova mídia, Os palestrantes Ricardo Godoy (ITBN - Dretor), Rosaura Pessetti (Avesso), Fabio Reis (Cineclick - CEO) e Fernando Taralli (Presidente da VML, agência digital do Grupo Newcomm) concordaram que haverá uma mudança de narrativa com a TV Digital, onde o conteúdo se tornará o ditador de regras, "conteúdo é o rei", frase dita e repetida por todos os palestrantes em debate. Segundo Fernando Taralli, houve uma redução na quantidade de assinaturas de TV a cabo nos Estados Unidos, e a principal razão para a diminuição de assinaturas é o aumento da assinatura de filmes e séries em novos dispositivos como notebooks e netbooks, tablets e celulares.

A presença digital na hora de assistir filmes e vídeos em geral já começa a ser expressado em números, tendo como citação o youtube que recentemente ultrapassou a audiencia da TV a cabo nos EUA, diz Taralli. Essa presença se concentra cada vez mais nos novos dispositivos, visto que 55% do consumo "on demand" nos EUA não são através de computadores, e sim através de smartphones, tablets e TV Digital.

Com a chegada da TV conectada no Brasil, o modelo de negociação de produtoras independentes também mudará, pois não haverá mais somente a negociação para entrar na grade de um grande canal, podendo agora negociar diretamente com a fabricante e entrar como um aplicativo próprio na grande rede. Em compensação, o maior problema atual do Brasil para as novas tecnologias não está apenas na baixa velocidade da internet, e sim no limite de downloads imposto pelas operadoras brasileiras, aponta Rosaura Pessetti.

No momento final de abertura para perguntas do público, os palestrantes foram questionados sobre a performance da Smart TV, visto que as integrações de aplicativos com laptops geram uma série de bugs(defeitos) que tornam o sistema mais lento e falhas constantes, o mesmo também foi apontado para smartphones e tablets, não deixando as pessoas muito confiantes em uma mudança do histórico para as televisões inteligentes. Segundo o gerente de produto da Smart TV, o processo de certificação do aplicativo é bastante rígido por parte da LG para evitar ao máximo a publicação de apps com falhas, mas como é um modelo novo, ainda buscam evoluir cada vez mais, não só em performance, interação e segurança, mas também em uma interface cada vez mais amigável para as famílias brasileiras.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares