TechTudo

05/12/2011 20h00 - Atualizado em 06/12/2011 15h52

Qual a diferença entre Core i3, Core i5 e Core i7?

Filipe Garrett Para o TechTudo

Neste artigo, explicaremos as diferenças entre as diversas versões de processadores da Intel, os Core i3, i5 e i7. Este comparativo é válido para os processadores tanto de desktops quanto de notebooks.

Antes de embarcar nas diferenças e qualidades de cada linha, vamos entender dois conceitos: arquitetura e soquete. Arquitetura do processador se refere ao processo de manufatura. Atualmente, estamos na segunda geração dos Core i3, i5 e i7 e todos eles são construídos na arquitetura Sandy Bridge, de 32 nanômetros. Soquete é o encaixe na placa-mãe onde o processador é colocado e este conceito só faz sentido no mundo dos computadores de mesa. Todos os Sandy Bridge oferecem soquete LGA1155.

sandyLinha de processadores Intel Core i3, i5 e i7

Sandy Bridge

Conversa de vendedor pode levar você a uma compra infeliz. Por exemplo, dizer que determinado processador é Sandy Bridge só vale como argumento de venda se você estiver comparando o produto com algum processador da AMD. O que não é nosso caso.

Todos os Core i3, i5 e i7 atualmente no mercado são frutos da arquitetura Sandy Bridge. O que estabelece diferenças entre eles são aspectos estruturais e de performance que acabam refletindo nos preços.

Core i3

Intel Core i3 (Foto: Divulgação)Intel Core i3 (Foto: Divulgação)

São os processadores de entrada, os mais baratos e espartanos da atual linha da Intel. Se você precisa de um computador para atividades cotidianas, que não exijam muito da máquina, talvez eles sejam os ideais. Os clocks da família Sandy Bridge dos Core i3 vão de 2,50 a 3,40 GHz.

Todos os Core i3 possuem 3 MB de Cache em nível 3. Cache é um tipo de memória embutida no processador e que armazena dados frequentemente acessados, poupando esforço e acelerando a comunicação com a memória RAM do sistema.

Entre as principais diferenças entre os irmão maiores estão o número de núcleos: todos os i3 têm apenas dois núcleos físicos (e o máximo de quatro núcleos lógicos, algo que você também encontrará por aí com o nome de Hyper Threading). Além disso, nenhum i3 conta com o recurso Turbo Boost da Intel, que acelera o processamento conforme a demanda. Além disso, os Core i3 oferecem o chip gráfico integrado de desempenho modesto: a GPU suporta apenas DirectX 10.1 e, dependendo da versão, o clock do processador gráfico pode ser de 650 ou 850 MHz.

O Core i3 é o processador para quem precisa de um desktop ou notebook simples para acessar a Internet, editar textos, interagir em redes sociais e, eventualmente, ver filmes e vídeos. O Core i3 é bastante comum em computadores de entrada e é normalmente encontrado em versões corporativas de notebooks e desktops. Ele é mais barato e eficiente para uma proposta modesta de uso.

Core i5

Intel Core i5 (Foto: Divulgação)Intel Core i5 (Foto: Divulgação)

Com mais versões disponíveis, os i5 são campeões de custo-benefício (entre notebooks e PCs, são 22 versões diferentes). O modelo 2500k, por exemplo, é tido como ideal para muitos gamers. Ele não custa tanto quanto um Core i7 e, segundo benchmarks, oferece desempenho equivalente em jogos. Em geral, os Core i5 oferecem um desempenho próximo ao do i7 e, em atividades comuns, o usuário não é capaz de perceber a diferença de performance. Por isso, ele indicado para usuários intermediários e, dependendo do uso, também avançados.

O Core i5 é um processador mais evoluído do que o i3 e oferece suporte a tecnologias que não estão presentes no modelo mais simples. Por exemplo, o uso do Turbo Boost, GPU integrada de melhor qualidade e maior número de núcleos. Em termos de cache L3, os processadores desta série oferecem 6 MB. A GPU suporta DirectX 10.1 e possui clocks de 650 ou 850 MHz, dependendo do modelo.

Ao contrário do i3, que é sempre dual-core, o i5 oferece quatro núcleos físicos (há um modelo dual-core apenas, o 2390T). Os clocks dos i5 partem de 2,3 e vão até 3,3 GHz. Em termos de núcleos lógicos, não são todos os modelos que oferecem este recurso. Núcleos lógicos, ou hyper threading, são núcleos que o processador emula logicamente quando trabalha com multitarefas, representando ganhos relevantes de desempenho. Se um modelo suporta esta tecnologia, em geral significa que é capaz de simular logicamente o dobro de núcleos físicos: um quad-core, portanto, pode simular oito núcleos.

Embora o hyper threading não esteja em todos os i5, eles ainda assim são produtos muito competitivos. Gamers, entusiastas de hardware e quem não abre mão de um computador com bom desempenho escolhem sem medo algum a versão do i5. O campeão de custo-benefício é o 2500k, que permite overclock e tem clock de 3,3 GHz. Com o Turbo Boost padrão, o processador vai a 3,7 GHz.

Core i7

Intel Core i7 (Foto: Divulgação)Intel Core i7 (Foto: Divulgação)

Melhor desempenho, não importando os custos. Ideal mesmo para os usuários mais exigentes, que não poupam esforços para montar uma máquina top de linha. Se é isso que você procura no seu próximo computador, o Core i7 é o seu processador.

Além de oferecer pleno suporte a todas as tecnologias da arquitetura Sandy Bridge, o grande trunfo do Core i7 são a velocidade e o desempenho maiores que os i3 e i5. São apenas três modelos para micros de mesa: 2600S, 2600K e 2600.

Todos quad-core, os i7 oferecem clocks de 2,8 a 3,4 GHz. São processadores muito rápidos e que são os preferidos dos consumidores que pretendem montar um computador que esteja no estado da arte da tecnologia atual. Por exemplo, todos os i7 apresentam 8 MB de cache L3 e usam o hyper threading: isso significa que um Core i7 quad-core pode simular ainda outros quatro núcleos para acelerar o desempenho em multitarefas.

Você precisa de um Core i7 se trabalha com edição de vídeo, imagens tridimensionais, programas de modelagem e, claro, games. A versão preferida do Core i7 é a 2600K, ideal para overclock.

Sandy Bridge-E

Processadores desta família são destinados aos overclocks. O “E” significa Extreme e existem apenas três modelos, todos Core i7: 3960X, 3930K e 3820 (a ser lançado). São processadores que permitem customização do Turbo Boost. Os modelos disponíveis oferecem seis cores.

Embora seja indiscutível o rendimento da linha, é importante considerar que, no ano que vem, a Intel lança uma nova arquitetura, a Ivy Bridge. Apesar de ainda persistirem dúvidas, acredita-se que boa parte das placas-mãe atuais sejam capazes de trabalhar com os novos Ivy em virtude do uso dos mesmos soquetes LGA1155. Isso não é possível com os Sandy Bridge-E, que adota soquetes LGA2011.

Optar por estes produtos pode significar uma vida útil mais curta de boa parte do seu sistema. Então, pese na balança a vantagem de gastar mais hoje tendo ciência de que, em breve, precisará trocar ao menos CPU e placa-mãe no próximo upgrade.

  • imprimir
  • Compartilhar no Orkut
  • Enviar para um Amigo
140 caracteres

Verificação de segurança

Gênero

  • Eduardo Abreu
    2014-01-17T16:19:42   , respondido respondido 2014-02-21T16:32:17

    Não sei porque tanto estardalhaço para novas tecnologias, a explicação do I3 é como se o usuário fosse limitado a laser na internet, não concordo, pois tenho um PENTIUN 4 HT, 3.2 mghz rodando XP Home, e supre tranquilamente o citado para o I3, então pelo que entendi mudaram o nome mais o interior ficou o mesmo.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário

    recentes

    populares

    • Eduardo Abreu
      2014-01-17T16:19:42   , respondido respondido 2014-02-21T16:32:17

      Guilherme Silva Realmente não entendi nada, só dei minha opinião a respeito desta corrida maluca por ganhar mercado.... o meu intel Pentinun 4 HT nunca me deixou na mão pelo que cobrei dele.... e continuo afirmando se o I3 é o que diz a matéria, nada mais é que o meu HT com pouca ou nenhuma atualização.

      COMPARTILHAR

      Imagem do usuário

      recentes

      populares

      • Eduardo Abreu
        2014-01-17T16:19:42   , respondido respondido 2014-02-21T16:32:17

        Cara, sinto dizer mas seu HT não chega nem de perto em um i3. Vc gosta dele pois ainda roda o bom mas velho e ultrapassado XP. Coloque um i3 e um Win 8, que ae você vai desfrutar de coisas melhores. Mas se vc só acessar sites facebook etc.. ae realmente, até um celular resolve!

        COMPARTILHAR

        Imagem do usuário
      • Eduardo Abreu
        2014-01-17T16:19:42   , respondido respondido 2014-02-21T16:32:17

        Guilherme Silva Realmente não entendi nada, só dei minha opinião a respeito desta corrida maluca por ganhar mercado.... o meu intel Pentinun 4 HT nunca me deixou na mão pelo que cobrei dele.... e continuo afirmando se o I3 é o que diz a matéria, nada mais é que o meu HT com pouca ou nenhuma atualização.

        COMPARTILHAR

        Imagem do usuário
        • Eduardo Abreu
          2014-01-17T16:19:42   , respondido respondido 2014-02-21T16:32:17

          Cara, sinto dizer mas seu HT não chega nem de perto em um i3. Vc gosta dele pois ainda roda o bom mas velho e ultrapassado XP. Coloque um i3 e um Win 8, que ae você vai desfrutar de coisas melhores. Mas se vc só acessar sites facebook etc.. ae realmente, até um celular resolve!

          COMPARTILHAR

          Imagem do usuário
          • Ramon Ferreira
            2013-09-05T14:10:36

            Parabéns e obrigado por esclarecer aos leigos essa duvida que é frequente

            COMPARTILHAR

            Imagem do usuário
          • Paulo Couto
            2013-05-05T09:49:35

            Agradeço a este link por expor dicas e informações na área tecnológica, informação e tecnologia. Atualizando e dispondo as novidades do mercado, bem como fazendo comparações técnicas, funcionais dos softwares, máquinas computacionais e smarth fones. Grato

            COMPARTILHAR

            Imagem do usuário

          TechTudo.com.br © Copyright 2010-2014 Globo Comunicação e Participações S.A. Política de Privacidade