TechTudo

09/03/2012 16h19 - Atualizado em 16/03/2012 16h43

Como saber se seu Mac roda o Mac OS X Mountain Lion

Raquel Freire Para o TechTudo

Com a chegada do Mac OS X Mountain Lion prevista para julho, os usuários Mac têm motivos para uma preocupação justa: se a máquina será capaz de rodar a versão 10.8 do sistema operacional em capacidade máxima.

Afinal de contas, o preço de um desktop da Apple não é exatamente atrativo para a maioria dos mortais, e perder um computador comprado recentemente deve estar fora dos planos de quase todo mundo.

os-x-mountain-lion (Foto: os-x-mountain-lion)Como saber se seu Mac roda o Mac OS X Mountain Lion  (Foto: Divulgação)

Os requisitos mínimos para o funcionamento do sistema ainda não foram divulgados, mas a empresa já liberou a lista das máquinas capazes de rodá-lo. Estão na lista os modelos de iMac (lançados a partir de 2007); MacBook Aluminum 13 polegadas (a partir de 2008); MacBook White (2009); MacBook Pro de 13 polegadas (2009); MacBook Pro de 15 polegadas (2007, desde que utilize processador de 2,2 ou 2,4 GHz); MacBook Pro de 17 polegadas (2007); MacBook Air (2008); Mac mini (2008); Mac Pro (2008); Xserve (2009).

A relação deixa de fora alguns modelos bastante utilizados da Apple, como os iMacs lançados no final de 2006, todos os MacBooks de plástico, MacBooks Pro lançados antes de junho de 2007 e os primeiros MacBook Air e Pro, entre outros.

No entanto, não foi a capacidade de processamento desses computadores que os tornaram inaptos a rodar o Mountain Lion – o primeiro Mac Pro, por exemplo, com seus CPUs Multicore 64-bit com muita memória RAM e cartão de gráficos avançados, é suficientemente poderoso para o novo sistema. O problema reside sobretudo no suporte a recursos 64-bit e na adequação do suporte gráfico à versão.

64-bit versus 32-bit

A novela do confronto entre 32-bits e 64 bits desta vez está mais complexa. Com o Mountain Lion, a questão não é se a CPU é ou não 64-bit. O problema se estende aos requisitos para carregar o Kernel do sistema. Ou seja, seu processador pode dar suporte a recursos 64-bit, mas seu sistema audiovisual não.

Essa incompatibilidade também afeta ao firmware, que é um código programado diretamente no hardware e que controla detalhes como ventiladores e distribuição de energia. No primeiro Mac Pro, o código de firmware é 32-bit, enquanto que nos modelos posteriores a Apple mudou para 64-bit.

Requisitos gráficos

Outro fator de extrema importância é a capacidade gráfica dos Macs. O jornal online americano Ars Technica, especializado em tecnologia, especulou que o avanço neste quesito no novo sistema operacional trouxe uma incompatibilidade com os modelos mais antigos. Agora, o Mac OS X 10.8 tem suporte às APIs OpenCL, OpenGL e Quicktime. Isso significa dizer que ele fará um uso muito maior da GPU do que as versões anteriores. Na prática, isso deixaria o processamento muito mais lento.

Com o Mountain Lion, a Apple quer aproveitar o sucesso de vendas do iPad e deixar seu desktop mais parecido com o tablet. Várias características foram incorporadas, como iMessages, Notas, Lembretes e Game Center. Uma versão do sistema já está disponível para desenvolvedores cadastrados.

Quando o Mac OS X 10.8 for lançado em definitivo, a expectativa é de que as vendas aconteçam exclusivamente por meio de downloads, pela App Store, assim como aconteceu com o Lion.

  • imprimir
  • Compartilhar no Orkut
  • Enviar para um Amigo
140 caracteres

Verificação de segurança

Gênero


    TechTudo.com.br © Copyright 2010-2014 Globo Comunicação e Participações S.A. Política de Privacidade