TechTudo

15/05/2012 09h17 - Atualizado em 19/12/2012 11h21

Guia de placas de vídeo: saiba como comprar a melhor para o seu PC

Filipe Garrett Para o TechTudo

Este artigo pretende mostrar como escolher e comprar uma placa de vídeo para o seu PC, independentemente da sua finalidade. Como exemplos, mostraremos alguns modelos atuais do mercado de hardware para computadores.

Escolher uma placa de vídeo adequada às suas necessidades é um exercício que exige menos conhecimento de hardware do que você imagina. O principal para escolher bem não é internar-se em textos técnicos para entender as entranhas de cada modelo e descobrir qual é o melhor deles. O que você precisa, nesse momento, é calma e uma boa perspectiva geral dos modelos disponíveis no mercado.

Nvidia x AMD

Existem apenas duas marcas de GPU. Nvidia e AMD constroem os chips e a arquitetura das placas e, depois disso, licenciam o design para fabricantes de hardware que, por sua vez, montam as placas e as comercializam. É por isso que existe uma Geforce GTX 680 da EVGA, outra da MSI, uma da Zotac e assim por diante. Mas onde interessa, a GPU, elas são iguais entre si – exceto em edições especiais.

Diferenças

EVGA e MSI, por exemplo, fabricam placas da Nvidia. Supondo que você esteja inclinado a comprar uma Geforce GTX 680 e esteja em dúvida entre os modelos dos dois fabricantes. A pergunta inicial é: há diferença entre uma e outra?

A resposta é sim. E não. Tudo depende da versão. Os fabricantes são autorizados a fazerem ajustes no design da placa, para adaptá-los às suas estratégias de mercado. A EVGA, por exemplo, pode lançar uma versão que oferece um clock (velocidade do processador gráfico) maior que o padrão das Geforce GTX 680. Evidente que isso reflete no preço e o aumento, que para o usuário comum não é tão grande assim, só vale à pena se couber no seu bolso.

Não se iluda. Uma versão especial de uma placa é sempre melhor que a versão convencional. Mas também mais cara. O que você precisa levar em conta é que o desempenho maior, na maior parte dos casos, não justifica a diferença de preço.

Diferentes fabricantes podem lançar versões diferentes de uma mesma placa (Foto: Reprodução)Diferentes fabricantes podem lançar versões diferentes de uma mesma placa (Foto: Reprodução)

Dica importante: estamos no período de entressafra, quando AMD e Nvidia substituem seus produtos. Isso significa que várias versões da atual geração ainda estão em vias de chegar ao mercado.

Placas de baixa performance

Elas são melhores, em geral, do que o processamento gráfico embutido nos processadores. Por estarem no mercado de entrada, também custam menos. Mas a grande questão aqui é saber definir exatamente qual é seu perfil de uso para saber se uma placa mais em conta supre a sua demanda.

Se você é um jogador hardcore, por exemplo, ou trabalha com softwares pesados de edição de imagens e modelagem em 3D, uma placa barata pode não ser sua melhor opção. Embora custe menos na hora da compra, a eventual lentidão e pouca margem de manobra para acompanhar a evolução do software podem causar estrago no seu bolso em pouco tempo. Por exemplo: você investe em jogos e trabalha com imagens tridimensionais e resolve comprar uma Geforce GT 555 ou 640, ou uma AMD Radeon HD 6000 ou inferior. De início ela não terá o desempenho das placas mais avançadas e, pior, ficará obsoleta perante o software rapidamente, provocando a necessidade de uma nova aquisição em pouco tempo. É o clássico “o barato sai caro”.

Muitas vezes, em especial no caso de gamers, compensa mais comprar uma placa de mais desempenho de uma geração anterior. Por exemplo; você não tem verba para comprar uma Geforce GTX 680 ou 690, ou uma Radeon HD 7970, as três principais placas de vídeo do mercado hoje e que no Brasil podem custar mais de R$ 1500. Por preços girando em torno de R$ 700 é possível encontrar uma Geforce GTX 560, campeã de custo benefício da geração anterior, ou uma Radeon HD 6870. Os dois modelos são as versões mais baratas do mercado high-end da geração anterior de placas. Como comparação, uma placa simples como a Geforce GT 520 pode ser encontrada no Brasil a menos de R$ 200.

Momento de entressafra pode ser interessante na hora de comprar uma placa da geração anterior (Foto: Reprodução)Momento de entressafra pode ser interessante na hora de comprar uma placa da geração anterior (Foto: Reprodução)

Mas se a ideia é comprar placas da atual geração do mercado de entrada, independente de detalhes de desempenho e preço, suas opções são as seguintes:

Nvidia: Geforce GT 605, 620, 630, 640 e 645. A 620 é comum em computadores prontos, vendidos no varejo.

AMD: O fabricante ainda não lançou seus modelos de entrada para a atual geração. A anterior oferece as Radeon HD 6390, 6450, 6570, 6670, 6750, 6770 e 6790.

Detalhe: Embora tenha anunciado os chips, os fabricantes ainda não lançaram suas versões de placas de vídeo de entrada da atual geração da Nvidia.

Fique de olho

Um mesmo modelo pode ter especificações bem diferentes e uma desatenção aqui pode fazer com que você compre gato por lebre. A Geforce GT 640, por exemplo, pode ter memória DDR3 e GDDR5. Pode ter chip com frequências que variam de 797 MHz a 1552 GHz, dependendo do modelo. Isso pode causar diferenças de preço extremas entre dois modelos de uma mesma placa e, nesse caso, comprar o mais barato pode ser mau negócio.

Placas de média performance

Os modelos desta faixa são excelentes em custo x benefício, especialmente para jogadores que não se importam de não ter a melhor placa da atualidade e estão com menos verba. Neste time, jogam as AMD Radeon HD 7750 e 7770 e as Nvidia Geforce 555, 560 e 570 (as placas médias da atual geração já foram anunciadas, mas ainda não foram lançadas).

As placas desta gama costumam ser comuns nos desktops porque são mais baratas que os modelos top de linha e mesmo assim oferecem desempenho mais do que suficiente para boa parte dos usuários. É possível, por exemplo, encontrar a Geforce GTX 560 a menos de R$ 700 no Brasil, enquanto uma Geforce GTX 580 têm preço na casa dos R$ 1500. Pela metade do preço, você pode comprar uma placa que oferece um desempenho competitivo.

Placas de alta performance

Diferente das outras faixas de desempenho e preço, aqui os modelos de ponta de AMD e Nvidia já disputam o mercado. E a preços exorbitantes e promessa de desempenho absolutamente impressionante.

O principal detalhe para quem pretende comprar uma placa da Nvidia é ficar ligado no core, na GPU do modelo. Os modelos mais avançados oferecem o chip Kepler, mais eficiente em termos energéticos e muito mais poderoso que o antecessor, Fermi.

De qualquer forma, em geral, as placas de ponta dessa geração, para Nvidia, são: Geforce GTX 670, 680 e 690. A 690, claro, é a mais poderosa e, segundo benchmarks, a mais rápida do mundo atualmente. A grande questão é que todo esse desempenho vigoroso tem um preço bem salgado: US$ 999, ou R$ 1993 no câmbio de 14/5 – isso sem considerar os impostos de uma corajosa tentativa de importação. E a conta de energia será alta: a placa consegue esse desempenho porque tem dois processadores de 925 MHz – é praticamente um SLi numa única placa.

Geforce GTX 670 e 680 possuem ótimo desempenho e preço competitivo, quando comparadas à GTX 690 (Foto: Reprodução)Geforce GTX 670 e 680 possuem ótimo desempenho e preço competitivo, quando comparadas à GTX 690 (Foto: Reprodução)

É por isso que, para jogadores e entusiastas comuns, entram em foco as 670 e 680 (até 1552 MHz e 1 GHz), com desempenho excelente e preço muito mais em conta. A 670 custa US$ 399 (R$ 796) e a 680 custa US$ 499 (R$ 995).

E há também as placas da AMD, com preços competitivos e desempenho comparável. Embora não tenha mais o posto de placa mais rápida desta geração, as Radeon HD 7970 (clock de 925 MHz, inferior às top da Nvidia) são uma opção interessante para quem prefere a marca e quer desempenho de ponta, sem gastar uma pequena fortuna nas concorrentes da Nvidia.

  • imprimir
  • Compartilhar no Orkut
  • Enviar para um Amigo
140 caracteres

Verificação de segurança

Gênero

  • Luiz Filipi
    2012-05-15T10:53:33

    Jacson c deve ta doidão... com essa configuração vc deve estar rodando pac man com tudo no maximo.... sua configuração é muito ruin.. deve ta jogando fifa 98 e cod 2, max payne 2........ estou até agora pensando como vc conseguiu colocar 5 GB de ram no pc.... posta endereço de pente de memorias com 2,5 GB ai rsrsrs

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Willyan Silva
    2012-05-15T17:03:51

    hahah que lixo.. só pq eu falei que o governo eh ladrão no ultimo post não publicaram... cade a liberdade de expressão?

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Lucas Garcia
    2012-05-15T12:47:44

    aonde c pagou 1900 nisso tudo fernando henrique? =O

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Adão Mendes
    2012-05-15T09:59:07

    Bom artigo, mas esqueceram de comentar que algumas placas das gerações de 2010 e até 2009 ainda são boas compras até hoje. Placas como GT440 e GT240 (ambas de entrada), 9800GT, GTS250, GTS450, GTX460, HD5670, HD5770, HD6670, HD6770 (todas essas últimas, ótimas placas pra games) e outras, são boas compras pra quem não quer gastar uma fortuna com placa de vídeo e ainda assim gostaria de garantir boa qualidade em qualquer jogo. Nem sempre as últimas placas lançadas são as melhores escolhas, prova disso são várias dessas que citei.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Wesley Pereira
    2012-05-15T10:46:14

    Faltou falat sobre os bits ou interface da memória, por exemplo uma placa de 256 bits é capaz de rodar jogos com gráficos como os do Playstation 3 e Xbox 360 numa boa, sem que haja redução de resolução ou perca de elementos gráficos.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário

TechTudo.com.br © Copyright 2010-2014 Globo Comunicação e Participações S.A. Política de Privacidade