Celular

04/06/2012 09h29 - Atualizado em 18/10/2013 10h05

Adaptador ou celular 'nativo'? Como funciona e como usar o dual-chip

Marlon Câmara
por
Da redação

Se você não sabe que é um dual-chip ou um dual-sim, ou como eles funcionam, é simples: são aparelhos que suportam simultaneamente dois cartões SIM (ou seja, dois números de telefone) diferentes. Deste modo, eles possibilitam o uso de contas de duas operadoras, aproveitando as promoções de ligações e SMSs gratuitos de cada empresa de telefonia. Confira as dicas do TechTudo sobre o assunto.

Conheça também as dicas do Techtudo de como tirar riscos da tela do celular!

Dual chip (Foto: TechTudo/Allan Melo)Aparelho com duas entradas para chips (Foto: TechTudo/Allan Melo)

Celulares com adaptadores dual-chip

Embora seja mais barato, já que assim você não precisa se desfazer do seu antigo celular, optar por um adaptador dual-chip não é o mais recomendado. Com ele, você pode incluir dois cartões SIM em um aparelho GSM comum, originalmente feito com um só slot. O problema é que, para isso funcionar, o usuário deve cortar a parte plástica dos seus chips (deixando só o pedaço dourado) e incluí-los em um adaptador que tem o tamanho de um cartão SIM padrão, mas tem encaixe para dois chips simultâneos.

Existe, ainda, um tipo de adaptador que não exige que os cartões sejam cortados, alocando os SIM inteiros um em cima do outro, mas não é tão fácil achar um desses.

Adaptador dual-chip (Foto: Reprodução/Hardware)Adaptador dual-chip (Foto: Reprodução/Hardware)

O adaptador é bem barato, funciona com praticamente todos os aparelhos e pode ser encontrado em lojas de eletrônicos físicas ou virtuais. Por incluir um software específico, ao ser encaixado no slot do celular ele automaticamente instala um menu no aparelho pelo qual os chips podem ser configurados.

No entanto, em um celular com adaptador dual-chip só permite a utilização de um número por vez para realizar funções como ligar ou enviar torpedos. E como a troca deve ser feita por meio do tal menu especial, muitas vezes é necessário reinicializar o celular. Outra desvantagem deste método é o gasto extra de bateria. Com ele, um aparelho com autonomia de três dias, por exemplo, pode ser descarregado em apenas 24 horas.

Celulares dual-chip nativos

Mesmo com a solução dos adaptadores, a nova moda do mercado de celulares são os modelos que já trazem a tecnologia dual-chip de fábrica. A variedade de aparelhos é muito grande: existem aparelhos dual SIM muito simples e baratos, outros mais sofisticados, e até mesmo smartphones com sistemas populares como Android e Symbian. Esses aparelhos possuem características bem diferentes em relação ao seu modo de habilitar um cartão SIM ou outro.

Dual chip (Foto: TechTudo/Allan Melo)Nokia Asha 200 tem entrada para o segundo SIM na lateral (Foto: TechTudo/Allan Melo)

Primeiramente, o método de encaixe dos cartões muda entre os modelos. Enquanto alguns possuem entradas separadas para os chips na sua parte traseira - logo atrás da bateria -, outros dão apenas um pequeno espaço onde os dois SIM são encaixados, um em cima do outro. Existem também aparelhos que deixam o compartimento do segundo chip em um lugar separado, como na lateral do dispositivo, perto da entrada de cabos para conexão USB.

Enviar mensagens

Enviar mensagens em um modelo de celular com a função dual-chip é muito simples, mas alguns aparelhos têm modos de envio mais práticos que outros. É o caso do smartphone Android Motorola Fire, que oferece uma interface simples para se digitar a SMS, e na hora do envio dispõe automaticamente dois botões (“SIM 1” e “SIM 2”), pelos quais você escolhe com que número você deseja mandar a mensagem.

Motorola Fire (Foto: TechTudo/Allan Melo)A interface dual-chip do Motorola Fire (Foto: TechTudo/Allan Melo)

Já o Nokia Asha 200, com Symbian, tem uma limitação muito grande, já que você precisa escolher no menu qual função vai dar a cada chip. Logo, já fica pré-definido qual número servirá para envio de torpedos e qual ficará a cargo das ligações e da Internet. Claro que dá para mudar quando quiser, mas é muito pouco prático ter que trocar as configurações toda vez que quiser enviar mensagens com números diferentes.

Fazer ligações

Em relação às chamadas de voz, também existem diferentes meios de se escolher qual chip usar na hora de ligar. O celular Android LG Optimus Dual Net, por exemplo, dispõe um botão que serve exclusivamente para fazer a troca dos cartões SIM. Desta forma, antes de efetuar uma ligação ou enviar uma mensagem, basta pressionar o atalho para que todas as funções do aparelho sejam feitas por um SIM específico, com a troca sendo realizada em poucos segundos. Já outros modelos contam com dois botões físicos de “Ligar”, um em cada lado do aparelho. Assim, você digita o número do telefone normalmente e aperta o “Ligar” referente ao chip com o qual você quer fazer a ligação.

Dual chip (Foto: TechTudo/Allan Melo)LG Optimus Dual Net tem botão físico para troca de chips (Foto: TechTudo/Allan Melo)

Usar a Internet

A configuração da Internet nos telefones dual-SIM é a única que é bem semelhante na maioria dos aparelhos. Como a navegação pela web é uma ação normalmente muito rápida, é complicado que se escolha de qual chip vai ser utilizado o pacote de dados toda vez que o usuário quiser se conectar. Assim, o padrão dos modelos de celular faz com que você pré-defina o cartão SIM que dará acesso à Internet, podendo fazer a troca por meio do menu de configurações.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Felipe Souza
    2014-06-24T11:44:41

    Neste aspecto, tenho a falar dos smartphones da Blu. Tenho um e dei outro pra minha esposa. Eles tem um ótimo custo-benefício e são dual chips nativos. Na hora de fazer uma ligação ou mandar uma mensagem, por exemplo, aparece na tela qual dos dois chips quer usar para fazer a função desejeda. São ótimos aparelhos, difíceis de darem problema. Contras: não existem acessórios para eles (capas, películas, etc.); são difíceis de dar problema, mas, quando dão...só outro. Só existe uma autorizada e é em Recife, e eles não aceitam enviar por Correios. Mas, vale a pena.

  • Felipe Souza
    2014-06-24T11:44:34

    Neste aspecto, tenho a falar dos smartphones da Blu. Tenho um e dei outro pra minha esposa. Eles tem um ótimo custo-benefício e são dual chips nativos. Na hora de fazer uma ligação ou mandar uma mensagem, por exemplo, aparece na tela qual dos dois chips quer usar para fazer a função desejada. São ótimos aparelhos, difíceis de dar problema. Contras: não existem acessórios para eles (capas, películas, etc.); difíceis de dar problema, mas, quando dão...só outro. Só existe uma autorizada e eles não aceitam enviar por Correios; também não se encontra peças de reposição para eles. Mas, vale a pena.

  • Pri
    2012-08-02T08:42:00

    Comprei este LG Optimus Dual Net e não recomendo nem para o meu pior inimigo hahahah. Perde o sinal TODA hora (raramente os dois chips ficam disponíveis), além de travar demais (e olha que não instalei nada). TRISTE!

  • Marcelo Moura
    2012-06-06T10:44:32

    o motorola fire realmente é um celular problemático.... mas depois que atualizei no site da motorola ele parou de dar problemas... até a bateria passou a durar mais...

  • Eneida Mello
    2012-06-04T12:17:44

    Comprei este motorola por ser dual.... desde então ocorreram váriosss problemas, como travamentos, o não reconhecimento de um chip..., o volume é superrr baixo, tela branca, bateria que não dura muito, quando estou numa ligação ele simplesmente cai..., entre outros defeitos! Memória interna baixa..., alguns aplicativos não tem a opção de serem salvos no cartão SD ..... só comprei este por ser dual e o teclado, pois não gosto de touch...., surgindo outro aparelho no mercado com estas configurações não penso duas vezes em comprá-lo!

  • Marcio Sales
    2012-06-04T11:58:21

    pessima reportagem, so pra fazer propaganda!!!!! HORRIVEL

  • Marcio Sales
    2012-06-04T11:56:38

    sd

  • Celso Lopes
    2012-06-04T10:55:03  

    O celular Android Motorola Fire é muito bonito, moderno mas a sua bateria só dura 12 horas.

    recentes

    populares

    • Celso Lopes
      2012-06-04T10:55:03  

      12 Horas você já está exagerando, mas celulares com Android tendem a ter um alto consumo de energia, geralmente não duram mais de 48 horas.