Pessoas

16/08/2012 13h37 - Atualizado em 31/08/2016 16h39

Privada que recicla restos vence desafio de Bill Gates a inventores

Nick Ellis
por
Da redação

No ano passado, a fundação de Bill Gates propôs um desafio bastante curioso, com o objetivo de reunir inventores para a criação de uma nova privada que possa ser usada por países em desenvolvimento, atendendo a mais de 2,5 bilhões de pessoas que não contam com água encanada ou energia elétrica. 

O objetivo era premiar a idéia mais criativa, que fosse mais barata e encontrasse um novo uso para os dejetos. O vencedor do desafio "Reinventing the Toilet" foi uma privada com painéis de energia solar, que transforma os restos em hidrogênio, que pode ser usado em células combustível.

Protótipo para privada solar do CalTech (Foto: Reprodução: Mashable)Protótipo para privada solar do CalTech (Foto: Mashable)

A privada solar foi criada pelo California Institute of Technology, que levou o prêmio de US$ 100 mil. O segundo lugar foi da Loughborough University do Reino Unido, com uma privada que produz carvão, minerais e água limpa, e o terceiro lugar ficou com a Universidade de Toronto (Canadá), com uma privada que transforma os dejetos em água limpa, levando prêmios de US$ 60 mil e US$ 40 mil. 

Segundo a Fundação Bill & Melinda Gates, alimentos e água contaminados por coliformes fecais causam a morte de 1,5 milhão de crianças por ano, mais do que as mortes de AIDS e malária juntas. A diarréia crônica pode causar danos na saúde das crianças. Além do custo, também existe a questão da sustentabilidade, pois uma única privada com descarga gasta 10 vezes mais água do que o consumo diário de uma pessoa.

O desafio proposto não é apenas social, ele também é tecnológico, e vai além da criação de uma nova privada mais sustentável e barata, pois é preciso também criar soluções para tratar os dejetos. De acordo com a Reuters, a fundação Bill & Melinda Gates investe até US$ 80 milhões por ano para resolver problemas de água, higiene e sanitização.

A privada como a conhecemos foi inventada em 1775 por um matemático e relojoeiro escocês, Alexander Cummings, e continua a ser usada até hoje, se tornando uma solução para evitar doenças e manter a higiene das grandes cidades. O problema é que uma privada tradicional depende da instalação de uma rede hidráulica, e isto custa muito dinheiro, o que impede 4 em cada 10 pessoas no mundo de terem acesso a este tipo de privada, segundo dados da Fundação Bill & Melinda Gates.

"Imagine o que será possível se continuarmos a colaborar, estimulando novos investimentos neste setor, e aplicando nossa criatividade nos próximos anos. Muitas destas invenções não vão apenas revolucionar a sanitização no mundo em desenvolvimento, mas também podem ajudar a transformar a dependência de privadas tradicionais nos países ricos" disse Bill Gates no evento desta terça-feira em Seattle. Saiba mais sobre o desafio no site de Bill Gates.

Clique abaixo para ver o vídeo do desafio "Reinventing the Toilet".

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares