TechTudo

02/12/2012 07h30 - Atualizado em 02/12/2012 07h30

Desmistificando o Gorilla Glass: ainda é só vidro

Allan Melo Da redação

A tecnologia Gorilla Glass virou sinônimo de "tela indestrutível" no mercado de dispositivos móveis. Para os consumidores, comprar um smartphone ou tablet com a tal tela significa, praticamente, ter uma garantia; quase um seguro. O problema é que ela nunca se dispôs a tanta confiança, e o público exagerou ao interpretar suas promessas.

Tecnologia Corning Gorilla Glass é forte, mas não é inquebrável  (Foto: Reprodução/Tumblr/Imonstrosity)Gorilla Glass é forte, mas não é inquebrável (Foto: Reprodução/Tumblr/Imonstrosity)

No Brasil, os maiores críticos desta tecnologia são os consumidores do Galaxy S3. Frustrados por verem suas telas quebradas em pequenas quedas ou tombos, muitos reclamam em fóruns e redes sociais que a Samsung não usou componentes de boa qualidade no modelo brasileiro.

Veja o relato de outros usuários que tiveram a tela de seus Galaxy S3 quebradas

A fabricante garante que o aparelho nacional não tem nenhuma diferença em relação aos disponíveis em outros locais do mundo, mas ninguém acredita. Afinal, como aquela tela que tanto mostraram suportando testes de stress pode quebrar tão facilmente? A Corning, fabricante, responde:

"A Gorilla Glass é capaz de sobreviver a maioria dos eventos do mundo real que comumente possam causar arranhões ou a quebra do vidro, mas se sujeita a danos suficientes, a Gorilla Glass, como todos os vidros, pode quebrar. Nós recomendamos que você entre em contato com o fabricante do dispositivo para rever a sua garantia e seu suporte técnico."

Sua história - e histórico - sempre deram esta certeza de fragilidade. Elas nunca foram "inquebráveis". Afinal, o iPhone não é tido como um dos smartphones mais frágeis?

Voltando às origens

iPhone 4 quebrado: smartphone chegou a estigmatizar por sua fragilidade (Foto: Reprodução/Digital Trends)iPhone 4 quebrado: smartphone estigmatizado por sua fragilidade (Foto: Reprodução/Digital Trends)

Quando Steve Jobs decidiu fazer o primeiro smartphone da Apple, em 2006, descobriram que sua tela de plástico não resistia a arranhões. O principal problema acontecia quando, durante as pesquisas, eles colocavam o telefone no bolso junto com um molho de chaves ou moedas. Jobs, então, decidiu que não trabalharia mais com plástico. A tela seria de vidro.

Daí surgiu outro problema: onde a Apple conseguia achar ou fabricar um vidro com a resistência que precisavam? A dúvida perdurou até que alguém recomendou a Corning, que trabalha com vidros em todas as suas aplicações: de telas LCD a vitrines de lojas.

Então ele (Steve Jobs) voou para a Corning, em Nova York, sentou na frente do CEO (da Corning), Wendell Weeks, e disse: "É isso o que eu quero, um vidro que possa fazer isso." Então, Wendell Weeks disse: "Nós, uma vez, desenvolvemos um tipo de processo que criou algo que chamamos de Gorilla Glass". E Steve disse: "Não, não, não. É assim que se faz vidros muito fortes." E Wendell disse: "Espere um minuto, eu sei como fazer vidros fortes. Cala a boca e me escuta." E Steve, por seu crédito, se calou e ouviu, e Wendell Weeks descreveu o processo para fabricar o Gorilla Glass. E Steve então disse: "Ótimo. Em seis meses eu quero o suficiente - seja lá o que isso for - para fazer um milhão de iPhones". E Wendell disse: "Sinto muito, mas nós nunca realmente fizemos isso. Nós não temos uma fábrica para fazer isso. Este foi um processo que desenvolvemos, mas nunca tivemos uma fábrica de fazê-la." E Steve olhou para ele e disse para ele o que falou para Woz há 20, 30 anos atrás: "Não tenha medo, você pode fazer isso."

   - Entrevista com Walter Isaacson, autor da biografia oficial de Steve Jobs, para a CNN.

Comportamento comum em danos nos vidros de Soda e no Gorilla Glass (Foto: Divulgação)Comportamento comum em danos nos vidros de
Soda e no Gorilla Glass (Foto: Divulgação)

Depois deste encontro, a Corning começou a fazer o Gorilla Glass em larga escala em uma de suas fábricas nos EUA. Em junho de 2007, então, apareceu discretamente ao mundo pela primeira vez equipando o iPhone.

Bom com ele, muito pior sem ele

Acostumado com o desempenho da nova tecnologia, o consumidor "esqueceu" como era fácil ter problemas com as telas dos dispositivos móveis. Os velhos Nokias, por exemplo, não tinham telas sensíveis ao toque, e por isso poderiam usar espessas camadas de plástico para protegê-las.

Já as primeiras versões de telefones touch usavam o plástico, mas estas se provaram fracas para a nova tecnologia: por sua maleabilidade, a aplicação mais prática foi a construção de telas resistivas, incapazes de reconhecer mais de um toque. Se fossem mais rígidas, quebrariam pela fina espessura. Mais grossas, perderiam a sensibilidade. Outro detalhe dessas telas é a deterioração natural, deixando a tela "acinzentada" depois de tantos arranhões e atritos.

A solução, então, era o vidro.


Já em sua segunda versão, o Gorilla Glass hoje promete mais do que a resistência a arranhões, mas continua sendo um vidro. Os testes exibidos em feiras são feitos em condições controladas, atingindo apenas os pontos mais resistentes do material. Mas ele continua sendo só vidro, apesar de ser um baita vidro.

 

Portanto, quando você comprar o seu próximo smartphone, tenha em mente que as telas da Corning não fazem milagres. Elas não tornam seu smartphone inquebrável. Até porque a mesma tela Gorilla Glass 2 que equipa o Galaxy S3 também se faz presente no Lumia 920; e os dois apresentam comportamentos completamente diferentes nos testes de resistência. Veja este teste de resistência do Galaxy S3 vs o iPhone 5, e este outro teste de quedas do Lumia 920.

  • imprimir
  • Compartilhar no Orkut
  • Enviar para um Amigo
140 caracteres

Verificação de segurança

Gênero

  • Rodolfo Olivastro
    2012-12-03T01:19:02   , respondido respondido 2014-04-08T16:10:18

    essa notícia é muito fake, esse negócio de que estão dizendo em Fóruns é fofoquinha da mãe joana. Vamos ser coerentes e analisar notícias com um fundo de realidade. O Galaxy S3 é um produto extremamente resistente não quebra com quedas agressivas e não risca, se aconteceu isso com o seu celular desculpe amigo mas você comprou um do Paraguai, provavelmente ele é lento tem uma câmera ruim e chama Sandung S171. As notícias de famosos reclamando da fragilidade do Iphone5 provam a diferença entre os dois aparelhos. É ridículo ver matérias com parcialidade a gosto do jornalista.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário

    recentes

    populares

    • Rodolfo Olivastro
      2012-12-03T01:19:02   , respondido respondido 2014-04-08T16:10:18

      Desculpa Rodolfo, comprei 2 galaxys, um nos EUA na Best Buy e um na Fast Shop aqui no Brasil e os dois quebraram as telas com quedas ridiculas. O brasileiro quebrou caindo da minha cama... vc não sabe o que fala

      COMPARTILHAR

      Imagem do usuário

      recentes

      populares

      • Rodolfo Olivastro
        2012-12-03T01:19:02   , respondido respondido 2014-04-08T16:10:18

        esse lance da tela vai muito de como ela cai, tenho um optimus 2x da LG(gorilla glass) e esse telefone estilhaçou a tela caindo de uma altura de quase 1 metro, ja outros aparelhos cairam muito e nada aconteceu, tive 1 q caiu do bolso enquanto eu estava de moto, tudo bem que estava com uma capa de borracha, mas só ralou a parte de tras do aparelho, mas a tela estava sem riscos graças a pelicula. se o aparelho cair de tela no chão acho que causa menos danos do que cair de canto,(o meu caso) q a gorilla glass estilhaçou bonito de uma ponta a outra.

        COMPARTILHAR

        Imagem do usuário
      • Rodolfo Olivastro
        2012-12-03T01:19:02   , respondido respondido 2014-04-08T16:10:18

        Desculpa Rodolfo, comprei 2 galaxys, um nos EUA na Best Buy e um na Fast Shop aqui no Brasil e os dois quebraram as telas com quedas ridiculas. O brasileiro quebrou caindo da minha cama... vc não sabe o que fala

        COMPARTILHAR

        Imagem do usuário
        • Rodolfo Olivastro
          2012-12-03T01:19:02   , respondido respondido 2014-04-08T16:10:18

          esse lance da tela vai muito de como ela cai, tenho um optimus 2x da LG(gorilla glass) e esse telefone estilhaçou a tela caindo de uma altura de quase 1 metro, ja outros aparelhos cairam muito e nada aconteceu, tive 1 q caiu do bolso enquanto eu estava de moto, tudo bem que estava com uma capa de borracha, mas só ralou a parte de tras do aparelho, mas a tela estava sem riscos graças a pelicula. se o aparelho cair de tela no chão acho que causa menos danos do que cair de canto,(o meu caso) q a gorilla glass estilhaçou bonito de uma ponta a outra.

          COMPARTILHAR

          Imagem do usuário
          • Natália Martins
            2013-11-10T18:59:23

            Bem, eu tenho um Sony SP (dizem que a tela é Gorilla Glass), ele caiu de 50cm de e rachou a tela em várias partes, porém o touch está funcionando perfeitamente, como se nem estivesse trincada. Então acho que em relação ao impacto, funciona sim. Agora terei a dor de cabeça de comprar a tela pra repor.

            COMPARTILHAR

            Imagem do usuário
          • Jefferson Santos
            2012-12-03T11:40:35

            Isso varia muito de aparelhos, marcas, etc e etc, mas assim, tenho um SII, ele já caiu 3 vezes, tempo atrás, com ele no bolso, bati com ela na quina de uma mesa, sem querer, é claro, tenho um relógio, estava no restaurante, local apertado, passei e bati com ele na quina, não deu outra, quebrou o vidro.

            COMPARTILHAR

            Imagem do usuário

          TechTudo.com.br © Copyright 2010-2014 Globo Comunicação e Participações S.A. Política de Privacidade