Tablet

04/01/2013 15h30 - Atualizado em 04/01/2013 15h56

Vale a pena comprar um e-reader?

Dário Coutinho
por
Para o TechTudo

Os e-readers chegaram de vez ao Brasil, com o lançamento do Kindle e do Kobo Touch. Os aparelhos voltados para a leitura de livros digitais foram lançados no país com preços populares, mas ainda geram dúvidas se são boas opções de compra, principalmente se comparados aos tablets. Conheça, então, os principais pontos que se deve ter em mente na hora de decidir se vale a pena investir nesta forma diferente de ler livros.

Conheça as principais vantagens e desvantagens de um e-reader (Foto: Amazon) (Foto: Conheça as principais vantagens e desvantagens de um e-reader (Foto: Amazon))O Kindle da Amazon já chegou ao Brasil (Foto:
Divulgação)

A principal vantagem dos e-readers é que eles são muito melhores para leitura do que os tablets atuais. A afirmação pode soar chocante para os amantes de aparelhos com grande poder de processamento, como o iPad, mas os e-readers tem uma carta na manga chamada "tela de e-ink". Esse tipo de display proporciona uma imagem muito mais natural e próxima a uma página impressa em papel, com muito pouco reflexo e alta definição do texto.

As telas dos tablets atuais, feitas com LED e LCD, oferecem imagens vibrantes, mas cansativas para longas horas de leitura. Outra desvantagem é que elas são muito reflexivas, principalmente ao tentar utilizar o aparelho a céu aberto. As telas dos e-readers, ao contrário, são ideiais para leitura até mesmo em ambientes externos.

Porém, a grande desvantagem dos displays de e-ink é que eles só têm bom desempenho na exibição de texto. Além de só exibir conteúdo em preto e branco ou tons de cinza, as imagens também não ficam muito bonitas na tela dos leitores de livros digitais.

Comparativo entre displays de Led e e-ink (Foto: ionutg.ro) (Foto: Comparativo entre displays de Led e e-ink (Foto: ionutg.ro))Telas de um e-reader e de um tablet, ambos
exibindo texto (Foto: Reprodução/ionutg.ro)

Feitos para um propósito: ler

Por mais que se negue, um dos principais atrativos dos tablets são os recursos multimídia. Jogos com excelente qualidade gráfica, filmes em HD e acesso a tudo que a internet oferece tornam os aparelhos uma grande fonte de entretenimento e informações. Com isso, fica mais difícil se concentrar em uma tarefa tão simples quanto ler um livro, com a barra de notificações mostrando as atualizações das redes sociais e a chegada de e-mails.

Os leitores de e-books, por mais que sejam muitas vezes considerados feios e sem recursos, focam em somente um objetivo. Ou seja, se você pegar o seu dispositivo, dificilmente fará outra coisa senão ler um livro de sua preferência.

Qual é o melhor modelo de e-reader para comprar? Descubra no Fórum do TechTudo!

Formatos de livros digitais leves

A maioria das pessoas conhece apenas extensões mais comerciais, como o ".pdf", mas livros digitais possuem diversos formatos, e a grande maioria deles ocupa muito pouco espaço na memória do aparelho. Por conta disso, um e-reader com apenas 2 GB de memória pode armazenar milhares de livros.

Bateria

A bateria é um dos pontos no qual os e-readers mais surpreendem. Os modelos mais básicos conseguem manter sua carga por cerca de um mês. A “mágica” se deve novamente ao display com e-ink. Neste tipo de tela, o consumo da bateria só acontece de fato ao mudar de página, logo, é possível deixar o aparelho ligado por vários dias sem consumir energia.

Comparativo o iPad vs Kindle (e-reader) em ambiente externo (Foto: davidderrico.com) (Foto: Comparativo o iPad vs Kindle (e-reader) em ambiente externo (Foto: davidderrico.com))Em ambientes externos, um e-reader reflete muito menos que um tablet (Foto: Reprodução)

Preço Baixo

Os valores reduzidos são outro atrativo dos leitores de livros digitais. Se o usuário busca comprar um tablet principalmente para ler, os e-readers são muito mais recomendados não só pela otimização da leitura, mas pelos preços baixos. O Kindle, por exemplo, é um dos e-readers mais famosos do mundo e custa somente R$ 299 no Brasil. São gadgets muito baratos se comparados a tablets poderosos, como o iPad de 4ª geração ou Samsung Galaxy 10.1.

Mas claro que não seria vantajoso gastar pouco em um leitor de e-books se os próprios livros eletrônicos custarem mais do que um verdadeiro. Mas isto não acontece. É possível encontrar diversos livros em português pela internet por preços bem pequenos e até gratuitos. Você ainda pode comprar livros em sites oficiais como o da Amazon Brasil, que também não são caros.

Conclusão

Para quem procura um aparelho completo, colorido, com muitos aplicativos e joguinhos como Angry Birds, um e-reader não vai servir de praticamente nada. Porém, se você é um amante da literatura e procura um dispositivo leve e que simula muito bem uma página de livro de verdade, considere pegar um e-reader: além de gastar pouco, você vai poder guardar todas as suas leituras em um só aparelho e ler ilimitadamente sem se preocupar com tempo da bateria.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares