TechTudo

13/03/2013 08h15 - Atualizado em 13/03/2013 08h15

Qual é a diferença entre smartphone e celular? Entenda

Rodrigo Dantas Para o TechTudo

Os smartphones representam um avanço muito grande em relação aos antigos telefones celulares, mas a diferença entre os dois tipos de aparelhos ainda geram confusão atualmente: afinal, qual é a grande diferença entre um smartphone e um celular comum? Preparamos, então, um guia básico com as principais diferenças e os prós e contras de cada um.

Um celular ao lado de um dos novos smartphones (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)Um celular ao lado de um dos novos smartphones (Foto: Marlon Câmara/TechTudo)

O que são smartphones e celulares?

A atribuição básica do celular é ser um telefone portátil que faça ligações e envie mensagens via SMS, embora alguns modelos sejam capazes de acessar a internet por meio do WAP e se conectem por Bluetooth. Estes aparelhos ainda representam a grande maioria dos dispositivos móveis no Brasil, embora o país já passe por uma transição. É considerado um telefone de menor gasto, pois permite planos pré-pagos e os aparelhos geralmente custam menos.

Já os smartphones são a evolução dos telefones comuns. São mais caros que os celulares, mas trazem tecnologias que vão muito além de ligações e mensagens de texto. Geralmente são maiores em tamanho, com telas sensíveis ao toque e possuem um sistema operacional complexo, como o Android, iOS ou Windows Phone. Em outras palavras, são telefones com a complexidade tecnológica de computadores.

Qual é a melhor opção de smartphone "bom e barato" do mercado? Confira as dicas dos usuários no Fórum do TechTudo!

Prós e contras de cada tipo de aparelho

Internet

Facebook mobile agora tem compartilhamento de imagens automático (Foto: Divulgação) (Foto: Facebook mobile agora tem compartilhamento de imagens automático (Foto: Divulgação))Facebook pode ser acessado livremente nos
smartphones (Foto: Divulgação)

O uso da rede nos aparelhos celulares simples é bem limitado. Alguns, mais antigos, não possuem sequer conexão com a rede, e outros têm aplicativos capazes de rodar navegadores em WAP, que dá acesso a tarefas simples como consultar o Google ou abrir e-mails. Outros modelos ainda contam com aplicativos em Java e até Internet em 2G, mas nenhum celular dá acesso à conexões 3G e 4G.

Já os smartphones têm livre navegação pela Internet tanto por Wi-Fi quanto por 3G e 4G. Além disso, eles têm acesso à loja de aplicativos dos seus sistemas operacionais, que disponibilizam programas avançados e jogos de alta definição, além de músicas, filmes e livros. Os smarts também possuem grande integração com redes sociais, como Facebook, Twitter e Google+.

Multimídia

Os celulares, até por muitas vezes terem telas pequenas e de baixíssima resolução, possuem grande limitação para aplicativos multimídia como jogos e vídeos. Além disso, pela simplicidade de alguns modelos, até ouvir música é algo pouco efetivo.

Lumia 920 tem excelente câmera (Foto: Reprodução) (Foto: Lumia 920 tem excelente câmera (Foto: Reprodução))Lumia 920 tem câmera com diversas funções multimídia (Foto: Reprodução/Engadget)

Já os telefones inteligentes, como têm sistemas capazes de rodar aplicativos e funções como conexão Wi-Fi, câmeras fotográficas, armazenamento de música e até edição de vídeos, até se assemelham aos computadores neste sentido. Alguns, com câmeras frontais, permitem até vídeo conferências. O YouTube, aliás, é uma ferramenta básica deste tipo de telefone.

Durabilidade

Por terem um corpo compacto, além de telas mais simples, os celulares básicos têm maior resistência a impactos e são bem mais duráveis. O famoso Nokia 3310, por exemplo, é famoso por ser considerado um aparelho "indestrutível" em diversas brincadeiras pela Internet.

Nokia 3310  (Foto: Divulgação) (Foto: Nokia 3310  (Foto: Divulgação))Nokia 3310, o celular indestrutível (Foto:
Divulgação)

Os smartphones, principalmente os mais modernos, são até duráveis, já que têm diversas proteções, como o reforço Gorilla Glass, para a tela, e traseiras em vidro. Ainda assim, por ser muito mais complexo que os celulares comuns, eles são muito mais suscetíveis a rachaduras, problemas de funcionamento e até explosões, dependendo do tratamento que recebe do usuário.

Bateria

Como têm telas simples e hardwares básicos, os celulares no geral possuem baterias que duram diversos dias sem recarga.

Já nos smartphones, o consumo de energia costuma ser um problema. Embora alguns modelos, como o Razr Maxx, da Motorola, tenham ótima autonomia, não chegam perto dos seus antepassados celulares. Por terem telas maiores, processadores avançados e maior qualidade sonora, a bateria é a grande crítica dos usuários neste tipo de aparelho, que costuma pedir por recarga diariamente.

Retina Display vem na nova tela de 4 polegádas do iPhone 5 (Foto: Reprodução/Engadget)Tela Retina do iPhone tem alta definição de imagem
(Foto: Reprodução/Engadget)

Tela

Nos celulares, as telas costumam ser muito menores e sem resolução. A vantagem, no entanto, é justamente o baixo consumo de bateria. Os displays dos aparelhos mais básicos normalmente têm apenas a função de visor, sem qualquer tecnologia avançada.

Por outro lado, a tela é um dos grandes diferenciais dos smarts. A tecnologia touchscreen é uma realidade já tão popular que até crianças que ainda não sabem ler já sabem usá-la. A tela, por ser inteligente, permite que o usuário a controle com simples toques, além de ser capaz de mostrar fotos e vídeos de alta resolução.

Preço

O preço é a grande compensação pela falta de funções dos celulares. Para quem só espera fazer ligações e enviar torpedos, não vale a pena gastar centenas de reais em um aparelho complexo. Por isso, os celulares costumam ser muito mais baratos que smartphones. Além disso, neste tipo de aparelho o plano pré-pago é um bom instrumento para controlar o gasto na conta.

Já os smartphones, por serem computadores de mão, normalmente custam muito caro. O preço médio deste tipo de aparelho é R$ 1 mil, embora os modelos mais avançados possam chegar até a R$ 3 mil. Por outro lado, com a crescente popularidade destes dispositivos, algumas empresas, como Samsung e Nokia, vêm investindo em modelos de baixo custo, que podem ser encontrados até por R$ 500.

Apesar dos celulares ainda serem aparelhos muito úteis e bem populares, o crescimento dos smartphones nos últimos anos foi muito grande, e deve ser massivo nos próximos anos. Assistimos este tipo de transição há não muito tempo, com aparelhos como os pagers ou o videocassete. A tendência é que os aparelhos mais simples se tornem totalmente obsoletos e desapareçam, se tornando artigos de museu.

  • imprimir
  • Compartilhar no Orkut
  • Enviar para um Amigo
140 caracteres

Verificação de segurança

Gênero

  • Decibel
    2013-03-13T12:30:58   , respondido respondido 2013-12-10T14:04:16

    eu acho quase impossivel saber a diferença entre um celular e smartphone pra ser smartphone tem que ter internet wi-fi ou 3g ou tela de toque nao precisar ser necessariamente android pode ser java tem que tirar foto de no minimo 1.3 mega dar para ouvir musica em mp3 e video em mp4 e dar para assistir video no youtube acho que 'e isso

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário

    recentes

    populares

    • Decibel
      2013-03-13T12:30:58   , respondido respondido 2013-12-10T14:04:16

      Para mim é o seguinte, teve sistema embargado que não gerencia memoria RAM e que os aplicativos não tem acesso direto a RAM é celular, do contrário, é smartphone.

      COMPARTILHAR

      Imagem do usuário
    • Decibel
      2013-03-13T12:30:58   , respondido respondido 2013-12-10T14:04:16

      Para mim é o seguinte, teve sistema embargado que não gerencia memoria RAM e que os aplicativos não tem acesso direto a RAM é celular, do contrário, é smartphone.

      COMPARTILHAR

      Imagem do usuário
      • Wallace Santos
        2013-03-14T11:39:07   , respondido respondido 2013-12-10T14:04:10

        Eu tinha um SonyEricsson K790 que tinha câmera de 3Mpx mas tinha qualidade fotográfica. Revelei várias fotos com ele. Era um celular avançado pra a época, mas, apesar de ser celular, eu atualizei o sistema operacional dele e baixei alguns jogos e instalei outros. Então como se define mesmo essa diferença?

        COMPARTILHAR

        Imagem do usuário

        recentes

        populares

        • Wallace Santos
          2013-03-14T11:39:07   , respondido respondido 2013-12-10T14:04:10

          Apenas um pequeno upgrade de Software... Por exemplo, tenta instalar o Windows 7 em um Pentium MMX 233Mhz... Além disso, pra quem usa carro popular, coloca um Fusca e um Palio lado a lado e pra andarem. Além de beleza, o mais novo tem tecnologia embarcada.

          COMPARTILHAR

          Imagem do usuário
        • Wallace Santos
          2013-03-14T11:39:07   , respondido respondido 2013-12-10T14:04:10

          Apenas um pequeno upgrade de Software... Por exemplo, tenta instalar o Windows 7 em um Pentium MMX 233Mhz... Além disso, pra quem usa carro popular, coloca um Fusca e um Palio lado a lado e pra andarem. Além de beleza, o mais novo tem tecnologia embarcada.

          COMPARTILHAR

          Imagem do usuário
          • Decibel
            2013-03-13T12:30:58   , respondido respondido 2013-12-10T14:04:16

            eu acho quase impossivel saber a diferença entre um celular e smartphone pra ser smartphone tem que ter internet wi-fi ou 3g ou tela de toque nao precisar ser necessariamente android pode ser java tem que tirar foto de no minimo 1.3 mega dar para ouvir musica em mp3 e video em mp4 e dar para assistir video no youtube acho que 'e isso

            COMPARTILHAR

            Imagem do usuário

            recentes

            populares

            • Decibel
              2013-03-13T12:30:58   , respondido respondido 2013-12-10T14:04:16

              Para mim é o seguinte, teve sistema embargado que não gerencia memoria RAM e que os aplicativos não tem acesso direto a RAM é celular, do contrário, é smartphone.

              COMPARTILHAR

              Imagem do usuário

            TechTudo.com.br © Copyright 2010-2014 Globo Comunicação e Participações S.A. Política de Privacidade