TechTudo

26/05/2013 08h00 - Atualizado em 27/05/2013 19h28

Como funciona o ar-condicionado convencional e o modelo split

Daniel Ribeiro
por
Para o TechTudo

O ar-condicionado é um aparelho considerado essencial por muitos, principalmente naqueles dias em que os termômetros cravam na casa dos 40º C. Criada em 1902 pelo engenheiro mecânico norte-americano Willis Carrier, a máquina foi a primeira a conseguir condicionar mecanicamente o ar, controlando a temperatura e a umidade do ambiente. Descubra neste artigo como um aparelho do gênero refresca a sua casa e qual a diferença entre o modelo compacto tradicional e o split.

Ar condicionado foi criado em 1904 e sue sistema de funcionamento pouco mudou (Foto: Divulgação)Ar-condicionado foi criado em 1904 e seu sistema de funcionamento pouco mudou (Foto: Divulgação)

A invenção de Carrier sofreu muitas melhorias ao longo dos anos, em relação a tecnologia de seus processos e equipamentos, de forma a reduzir o tamanho dos aparelhos, aumentar a sua eficiência e disponibilizá-los com preços mais acessíveis. O princípio de ciclo de refrigeração e tratamento do ar, no entanto, continua sendo praticamente o mesmo desde a sua invenção.  Seu funcionamento é semelhante ao de uma geladeira, combinando funções de ventilação, aquecimento, circulação, arrefecimento e filtragem do ar.

O trabalho do ar-condicionado começa com o seu ventilador sugando o ar do ambiente e fazendo-o passar por um conjunto de serpentinas preenchidas por uma substância líquida formada por uma mistura de cloro, flúor e carbono, chamada R-22. Ela evapora a 7°C.

Ao absorver o calor do ar que vem do ambiente externo, este produto deixa seu estado líquido se transformando em um gás. Em seguida, passa por um compressor, sofrendo um aumento de pressão e aquecendo até uma temperatura aproximada de 52°C.

O R-22 em estado gasoso e aquecido é mandado para um condensador na parte externa do aparelho, passando por um processo de troca de calor com o ambiente e tornando-se líquido novamente. Daí, a substância refrigerante entra em uma válvula que a faz perder pressão e retorna ao seu estado líquido inicial, reiniciando todo o seu ciclo.

Durante todo este procedimento, o ar do ambiente interno para o qual o aparelho está voltado é continuamente refrigerado e sofre gradualmente uma perda de umidade, enquanto a parte externa do equipamento torna o ar mais quente e úmido.

Diferenças entre os modelos

Os aparelhos de ar-condicionado possuem dois sistemas de refrigeração, o de expansão indireta e o de expansão direta. aquele que explicamos acima é do primeiro tipo e é realizado por duas categorias de dispositivos: os compactos (chamados de “aparelhos de janela”) e os splits. O segundo é utilizando por modelos de ar central, em que o gás resfria a água que circula pelo aparelho.

Ar-condicionado Carrier (Foto: Divulgação)Ar-condicionado Carrier (Foto: Divulgação)

O modelo de janela é compacto e reúne em uma só estrutura todo o seu sistema de refrigeração e, por isso, acaba produzindo um ruído considerável. Já os do tipo split – com a origem na palavra inglesa que significa “separado” – são compostos por duas partes distintas, chamadas de condensadora e evaporadora. Enquanto a primeira é instalada na parte externa e realiza todo o procedimento de refrigeração (fazendo todo o barulho do processo), a segunda é a responsável pelo lançamento do ar gelado no ambiente interno.

Apesar de serem muito maiores e precisarem de todo um planejamento para serem instalados, os ares-condicionados splits são bem mais silenciosos. Além disto, possuem um consumo de energia em torno de 40% menor do que os do tipo compacto e ainda possuem eficiência e rendimento maiores.

Porém, os aparelhos de janela ainda são os mais baratos no mercado. Comparando modelos das melhores marcas do mercado dos dois tipos de ar condicionados com 7500 BTUs, ideais para ambientes de mais ou menos 10 m², os compactos custam em torno de R$ 800,00 enquanto os splits saem por volta de R$ 1200,00.

Porém, à medida em que os aparelhos de janela mantiveram o mesmo design e quase não sofreram alterações, diferentes modelos do tipo split têm sido desenvolvidos com maiores valores nas suas potências de BTUs e em estruturas com variadas formas e desenhos de suas evaporadoras, de maneira a melhor comporem e se esconderem nos ambientes que serão refrigerados.

Tem dúvidas sobre tecnologia? Pergunte no Fórum do TechTudo!

  • imprimir
Seja o primeiro a comentar


Imagem do usuário
Sair

Quer realmente sair da globo.com?

Imagem do usuário

recentes

populares

  • Luís Oliveira
    2013-05-31T10:10:33

    Artigo simples mas legal... pretendo comprar um split lá pro meu quarto, porém tenho que mudar o padrão da energia primeiro...

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Arthur Sousa
    2013-05-27T10:09:22

    Ar-condicionado da minha casa ? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Lin Hong
    2013-05-26T16:27:06

    Cri cri

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário