28/04/2011 18h50 - Atualizado em 14/07/2011 06h52

Saiba como procurar artigos acadêmicos de graça na Internet

Anna Raquel
por
Para o TechTudo

Na hora de escrever um trabalho acadêmico, seja na faculdade ou na pós-graduação, não dá pra citar a Wikipedia como fonte. Um dos princípios da ciência é que ela é construída de forma interativa, ou seja, o trabalho dos que vieram antes serve de base para o seu trabalho, e assim por diante.

Por isso é importante usar fontes confiáveis, e no mundo acadêmico essas fontes são os periódicos científicos. Como o próprio nome já diz, são publicações periódicas nas quais as mais recentes descobertas e pesquisas são publicadas após passar por um filtro formado por outros pesquisadores da área, também chamados de "pares".

Acesso Restrito versus Acesso Livre

Existem periódicos especializados em todas as áreas do conhecimento humano, da medicina à entomologia (estudo dos insetos), passando pela ciência da computação. Infelizmente, grande parte desses periódicos está nas mãos de grandes editoras acadêmicas, que cobram bem caro pelo acesso ao texto completo dos artigos. Você consegue visualizar, no máximo, o título, os autores e o resumo. E sabe o que é pior? Os autores originais não recebem nenhuma compensação monetária por isso.

Se você estuda em uma universidade federal ou estadual que possua convênio com a CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), você está com sorte: dentro do seu campus você consegue acessar e fazer download das principais bases de artigos pagas do mundo.

Mas se você, por outro lado, não tem essa facilidade, nem tudo está perdido: há boas opções de bases que indexam e disponibilizam artigos de periódicos que seguem a filosofia do acesso livre, ou seja, o texto completo está ali para quem quiser consultá-lo e usá-lo como base da sua pesquisa.

A Iniciativa dos Arquivos Livres (OAI, na sigla em inglês) pretende ajudar na disseminação do conhecimento científico facilitando seu acesso. E faz todo o sentido, não é mesmo? Afinal, para pesquisas realizadas com patrocínio público, quem está pagando é você também.

Ah, uma dica importante: isso não quer dizer que você pode copiar o texto dos artigos e dizer que são seus, ok? Isso é considerado plágio e invalida todo o seu trabalho. Toda a sua pesquisa precisa ser creditada com os nomes do autores corretos, quando houver citações.

Bases que oferecem acesso a artigos completos

- Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD)

Essa base é mantida pelo IBICT, o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, e pretende ser uma base exaustiva de todas as teses e dissertações produzidas em programas de Mestrado e Doutorado de instituições públicas (e algumas particulares) brasileiras. É obrigação dos alunos que defendem sua tese ou dissertação de disponibilizar o conteúdo completo na base desde 2002. Possui atualmente mais de 150.000 obras disponíveis para consulta.

Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) (Foto: Reprodução)Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) (Foto: Reprodução)

Área de Abrangência: Multidisciplinar
Idiomas principais: Português
Principais filtros: autor, título, instituição, assunto, grau e ano de defesa.
Site: http://bdtd.ibict.br/en/a-bdtd.html


- Scientific Electronic Library Online (Scielo)

A Scielo, ou Biblioteca Eletrônica Científica Online, é uma das principais bases de acesso livre da América Latina, sendo uma das maiores com conteúdo em Português. Indexa 816 periódicos com aproximadamente 314.000 artigos disponíveis. Seu foco são as Ciências da Saúde, porém possui também artigos de outros assuntos.

Scientific Electronic Library Online (Scielo) (Foto: Reprodução)Scientific Electronic Library Online (Scielo) (Foto: Reprodução)

Área de Abrangência: Multidisciplinar
Idiomas principais: Português, Espanhol, Inglês.
Principais filtros: título, autor, assunto, periódico, ano de publicação e idioma.
Site: http://www.scielo.org/php/index.php


- Livre

O Livre é um portal mantido pela CNEN, a Comissão Nacional de Energia Nuclear, que disponibiliza acesso a quase 5.000 periódicos de várias áreas do conhecimento. Uma diferença importante do Livre para outras bases é que ele se trata apenas de um repositório de links para os sites dos periódicos, ou seja, os artigos não estão hospedados lá. Por isso, há o perigo de encontrar links quebrados.

Livre (Foto: Reprodução)Livre (Foto: Reprodução)

Área de Abrangência: Multidisciplinar
Idiomas principais: Inglês, Português
Principais filtros: título do periódico, idioma, área do conhecimento.
Site: http://portalnuclear.cnen.gov.br/livre/Inicial.asp


- Directory of Open Access Journals (DOAJ)

É o maior repositório de periódicos que seguem a filosofia de acesso livre do mundo. Possui 6430 periódicos cadastrados de 111 países diferentes (Estados Unidos e Brasil lideram a lista), com uma média de 10 novas adições à base por semana. Todos os títulos listados nessa base seguem o modelo tradicional de publicação científica revisada por comitês de pesquisadores das áreas. Da mesma forma que o Livre, oferece apenas o link para a página do periódico, através da qual é possível acessar o texto completo.

Directory of Open Access Journals (DOAJ) (Foto: Reprodução)Directory of Open Access Journals (DOAJ) (Foto: Reprodução)

Área de Abrangência: Multidisciplinar
Idiomas principais: Inglês
Principais filtros: título do periódico, título do artigo.
Site: http://www.doaj.org/


- Bielefield Academic Search Engine (BASE)

A BASE também funciona como um repositório de links para documentos com texto completo. A diferença é que, além de pesquisar nos artigos, ela também oferece documentos em outros formatos, como vídeos e imagens, e divide seus itens em tipos: artigos, teses, capítulos de livros, relatórios, por exemplo. Por isso, conta com mais de 25 milhões de itens indexados, provenientes de 1730 fontes.

Bielefield Academic Search Engine (BASE) (Foto: Reprodução)Bielefield Academic Search Engine (BASE) (Foto: Reprodução)

Área de Abrangência: Multidisciplinar
Idiomas principais: Inglês
Principais filtros: autor, título, tipo de documento, fonte, ano de publicação.
Site: http://www.base-search.net/index.php?i=b


- E o Google Acadêmico?

O Google também tem uma busca específica para artigos científicos, o Google Scholar, ou Google Acadêmico, como também é conhecido por aqui. Possui muitos resultados, no entanto, traz resultados tanto de bases abertas quanto de bases fechadas, e não há filtro de busca para retornar apenas resultados com o texto completo. A ferramenta indexa, além de artigos, livros e citações, sendo um bom ponto de partida para uma busca mais aprofundada nas outras bases.

Pesquisando em bases científicas

As bases de dados científicas não são conhecidas por sua facilidade de uso. Por permitirem o uso de muitos filtros, as interfaces podem ficar um pouco complicadas. Além disso, a pesquisa por esse tipo de informação requer um cuidado maior na escolha de palavras-chave. Essas dicas podem ajudá-lo a realizar uma pesquisa mais eficiente:

1. Selecione bem suas palavras-chave. Descubra o nome correto do assunto pelo qual você procura. Isso pode ser feito usando um outro artigo que você já tem, com a ajuda de um professor ou utilizando o índice de assuntos da base. Além disso, também é importante saber como procurar pelo assunto escolhido em outras línguas.

2. Não tenha medo da busca avançada. Se a sua busca está retornando muitos resultados, é possível usar a busca avançada para refina-la. Dependendo da base, é possível combinar vários filtros, como ano de publicação, idioma e assunto, para receber resultados mais precisos.

3. Utilize operadores booleanos. São os conhecidos “AND”, “OR” e “NOT”. A maioria das bases de dados aceita a utilização de operadores para refinar a busca. Eles funcionam como conjuntos. Algumas buscas oferecem essa funcionalidade através de seletores. Exemplos:

- “termo A AND termo B” só trará resultados que contenham o termo A E o termo B.
- “termo A OR termo B” trará todos os resultados que contenham o termo A OU o termo B.
- “termo A NOT termo B” trará todos os resultados que contenham apenas o termo A e NÃO o termo B.

  • imprimir
Seja o primeiro a comentar


Imagem do usuário
Sair

Quer realmente sair da globo.com?

Imagem do usuário

recentes

populares

  • Welton Seabra
    2011-04-29T20:28:02

    Muito interresante, Ótimo Topico!

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário