Sistemas Operacionais

12/07/2011 19h31 - Atualizado em 20/03/2012 19h59

Como habilitar o mouse serial no Ubuntu

Helito Bijora
por
Para o TechTudo

O TechTudo preparou este tutorial para esclarecer como habilitar o mouse serial no Ubuntu.

Atualmente, o padrão USB/PS2 é bastante difundido entre os periféricos. Em geral, basta espetar o acessório no computador para usá-lo, sem a necessidade de instalar novos drivers ou fazer configuração de software - os chamados dispositivos ‘Plug and Play’ (PnP).

Num passado não muito distante, porém, o mouse com conexão serial era bastante utilizado. Embora essa seja uma porta ultrapassada, ainda é possível encontrar mouses do tipo em computadores antigos.

Mouse Serial (Foto: Divulgação)Mouse Serial (Foto: Divulgação)

Criando o arquivo xorg.conf

Antes de começarmos, é necessário criar o arquivo xorg.conf e anotar os comandos abaixo. Esse arquivo é responsável por algumas opções ocultas e não está disponível no Ubuntu 9.10 e versões superiores.

Passo 1. Com os comandos abaixo em mãos, pressione as teclas “Ctrl + Alt + F1”. A interface gráfica do Ubuntu dará lugar a tela preta do terminal;

Passo 2. Entre com os seguintes comandos:

sudo service gdm stop

sudo Xorg -configure

sudo mv ~/xorg.conf.new /etc/X11/xorg.conf

sudo service gdm start

O primeiro comando para o GDM (GNOME Display Manager); depois geramos o arquivo “xorg.conf.new”; o movemos para a sua localização correta (/etc/X11/xorg.conf); e por fim reiniciamos o GDM.

Configurando um mouse serial

Agora que já temos o arquivo de configuração xorg.conf, basta editá-lo para fazer um mouse serial funcionar. Para isso, siga os passos abaixo:

Passo 3. Antes de tudo, é necessário obter privilégios administrativos (root) para continuar. Se você não sabe como fazer isso, siga esta outra dica do TechTudo que ensina como ativar o login de acesso a conta root no Ubuntu;

Passo 2. Como root, abra o seu editor de textos preferidos. O Ubuntu traz o Gedit como editor padrão;

Passo 3. No Gedit (ou outro editor de texto puro), abra o arquivo “etc/X11/xorg.conf”. Tome cuidado para não alterar o que não deve, e não se esqueça de fazer uma cópia de segurança do arquivo original;

Arquivo de configuração Xorg.conf (Foto: Reprodução)Arquivo de configuração Xorg.conf (Foto: Reprodução)

Passo 4. Procure pela linha Section "InputDevice". Ela está no início do arquivo, mas se você não encontrar, utilize a ferramenta de busca, acessível através do atalho “Ctrl + F”;

Passo 5. Você deve editar essa parte do arquivo e deixá-lo dessa forma:

Section "InputDevice"
Identifier "Configured Mouse"
Driver "mouse"
Option "CorePointer"
Option "Device" "/dev/ttySX"
Option "Protocol" "Microsoft"
Option "Emulate3Buttons" "true"
Option "ZAxisMapping" "4 5"
EndSection

Note que, em “Device”, /dev/ttySX representa o número da porta serial em que o mouse está conectado (geralmente 0). Por exemplo: se o mouse estiver na porta “1”, você deve deixá-lo dessa forma: /dev/ttyS1;

Antes de finalizar, é importante identificar o seu mouse. Se o mouse possui três botões ou scroll, remova a antepenúltima linha (Option "Emulate3Buttons" "true"). Sua função é emular o terceiro botão do mouse com um clique simultâneo dos dois botões;

A penúltima linha (Option "ZAxisMapping" "4 5") indica que o seu mouse possui scroll. Se isso não for verdade, você deve removê-la;

Passo 6. O último passo é salvar as alterações que fizemos e reiniciar o computador.

Pronto! Agora o seu mouse serial deve estar configurado e funcionando em seu computador com Ubuntu.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares