Internet

17/08/2014 10h00 - Atualizado em 17/08/2014 10h00

Vimeo ou YouTube? Qual site é o melhor para publicar vídeos na Internet

Paulo Figueiredo
por
Para o TechTudo

No combate estão dois sites cujo foco deste comparativo será apenas o da função de publicar vídeos: Vimeo e YouTube. Ambos são bem populares na Internet e, já que todo mundo tem um vídeo para mostrar, nada mais justo do que descobrir qual deles oferece o melhor serviço. 

ICQ ou Skype? Veja comparativo entre mensageiro do Oh! Ow! e 'novo MSN'

Comprado pelo Google, o YouTube recebe mais de 70 horas de vídeo a cada minuto. Já o Vimeo é uma comunidade de mídias criativas e com público antenado na qualidade do que é exibido. Veja este comparativo e saiba qual das ferramentas é a ideal para seus interesses ao publicar seus vídeos.

Vimeo x YouTube: qual é o melhor serviço de vídeos (Foto: Arte/TechTudo)Vimeo x YouTube: qual é o melhor serviço de vídeos (Foto: Arte/TechTudo)



Upload – YouTube

O YouTube não tem restrições para carregar vídeos, mas para que o usuário possa fazer o upload de um arquivo com mais de 15 minutos é preciso passar por uma verificação rápida com envio de um código gratuito para o celular.

Já o Vimeo possui um limite de upload de 500 MB por semana – ou 26 GB por ano – para o usuário comum. Se ele quiser aumentar essa faixa para até 260 ou 1000 GB por ano, terá que assinar um plano de US$ 59,95 ou US$ 199 anuais, respectivamente.

Já no quesito High Definition (HD), o upload do YouTube é ilimitado e os usuários não pagantes do Vimeo têm o limite de um upload por semana.

Ferramenta de upload de vídeos do YouTube (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)Ferramenta de upload de vídeos do YouTube (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)

Exibição – Empate

Ambos possuem players com funções semelhantes: "Comentários", botão de “Gostei”, “Favoritos” e “Assistir mais tarde” estão disponíveis nas duas plataformas. Ao compartilhar um vídeo em outras redes sociais, o YouTube dá a opção dele começar a ser executado em um determinado tempo/frame, definido em minutos e segundos pelo usuário.

No Vimeo é possível ajustar o tamanho da janela, definir reprodução automática, ativar repetição (loop), inserir definição abaixo do vídeo, entre outras opções. Para definir a qualidade do vídeo, porém, o YouTube ganha: é possível ajustar várias qualidades até a mais alta, de 1080p. Também está disponível deixar no automático, dependendo de sua conexão com a Internet.

Comparativo entre visualização de vídeos no YouTube e no Vimeo (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)Comparativo entre visualização de vídeos no YouTube e no Vimeo (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)

Recursos grátis – YouTube

Nas duas plataformas é possível inserir trilhas sonoras gratuitas, sugeridas gratuitamente por estarem livres de direitos autorais. No YouTube, é possível adicionar e ativar legendas, tornar um vídeo 3D e editar um vídeo postado a qualquer hora. Aplicação de filtros, desfoque de rostos e câmera lenta são algumas das possibilidades.

No Vimeo, também é possível inserir filtros nos vídeos, mas só a versão mais cara possibilita que o usuário personalize a janela de exibição: inclusão de logo e mudança de cores são algumas das possibilidades.

Aplicação de filtros em edição de vídeo no YouTube (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)Aplicação de filtros em edição de vídeo no YouTube (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)

Recursos sociais – Vimeo

O Vimeo sai na frente como plataforma social por disponibilizar a criação de grupos e álbuns, quesito que vai além dos simples canais que estão presentes no YouTube. Grupos formam um ponto de encontro para discutir e trocar conhecimentos – não se vê neles a hierarquia dos canais, constituída de fãs e criadores de conteúdo. Já os álbuns montam e compartilham um compilado do que você mais gosta na rede, e deseja mostrar para os amigos.

Exemplo de um grupo na plataforma do Vimeo (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)Exemplo de um grupo na plataforma do Vimeo (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)

Soluções móveis – YouTube

A experiência de carregar vídeos no app do YouTube resume-se a definir um título, descrever e inserir tags. Também não é possível lidar com configurações avançadas, mas o acesso a favoritos, histórico, playlists, inscrições, comentários e “populares” da rede é amplo. Outra vantagem do app do YouTube é o poder de arrastar um vídeo para a base da tela enquanto se navega pelos menus.

O Vimeo possibilita uma experiência móvel ainda mais simples para o usuário gratuito: não é possível carregar vídeos e não há acesso aos seus álbuns e grupos, apenas ao feed, favoritos e “watch later” (ver mais tarde).

Comparativo entre plataformas mobile do Vimeo e do YouTube (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)Comparativo entre plataformas mobile do Vimeo e do YouTube (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)

Métricas – Vimeo

O YouTube possui uma ferramenta que indica quantas vezes um vídeo foi visualizado e compartilhado, além de mostrar essas estatísticas em um gráfico acumulado ou diário.

O Vimeo também possui essas funcionalidades, mas na versão paga é possível ver ainda mais informações, como onde e em quanto tempo as pessoas assistem seus vídeos, além de ter acesso ao perfil de quem gosta ou comenta neles.

Um exemplo de estatística aberta ao público em vídeo no Vimeo (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)Um exemplo de estatística aberta ao público em vídeo no Vimeo (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)

Publicidade – Vimeo

O YouTube recentemente monetizou o site de uma maneira pouco convidativa. Além das publicidade nas páginas, o usuário precisa visualizar ao menos cinco segundos de propaganda antes de assistir qualquer vídeo de interesse.

O Vimeo possui banners que só se encontram nas páginas dos usuários gratuitos, mas não insere propagandas dentro das mídias, antes ou depois da execução. Nas versões pagas, é possível até retirar banners das páginas de vídeos que seus usuários acessam.

YouTube é mais invadido por banners e propagandas do que seu concorrente, o Vimeo (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)YouTube é mais invadido por banners e propagandas do que seu concorrente, o Vimeo (Foto: Reprodução/Paulo Finotti)



Conclusão – Empate, sim.

As duas plataformas são ótimas para publicar vídeos, mas cada uma a sua maneira e para um tipo de público que adora vídeos online.

Como denunciar um vídeo no YouTube?Descubra no Fórum do TechTudo.

É preciso destacar o caráter gratuito de funcionalidades fortes do YouTube frente às alternativas pagas do Vimeo, como edição avançada, ferramenta 3D e legenda automática. Isto é compensado, porém, quando lembramos que os usuários que visualizarão seu vídeo no Vimeo terão que lidar menos com propaganda, o que pode ajudar no número de visualizações.

Outra coisa significante é o caráter gigantesco do acervo de vídeos do YouTube: lá você pode achar qualquer tipo de assunto, inclusive muitos vídeos inúteis. Se o seu upload for um vídeo de trabalho audiovisual bem elaborado, ele pode ganhar maior relevância para o exigente público do Vimeo do que na infinidade de resultados do YouTube.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Dheus Siempre
    2016-07-27T11:11:11

    sobre monetizar falou pouco quase nada....esse post foi inutel pra mim