TechTudo

02/07/2013 08h50 - Atualizado em 02/07/2013 08h50

Ouya: entenda o que é e como funciona o pequeno console Android

Rafael Monteiro Para o TechTudo

O Ouya, um videogame independente com sistema Android financiado através de crowdfunding, foi lançado oficialmente no dia 25 de junho. O pequeno console custa US$ 99 (R$ 200 sem impostos) acompanhando um controle e já conta com um acervo de mais de 170 jogos, todos com opções para serem testados gratuitamente. Conheça abaixo mais detalhes do Ouya.

Ouya surpreende por pequeno tamanho e grande potencial (Foto: polygon.com)Ouya surpreende por pequeno tamanho e grande potencial (Foto: polygon.com)

O surgimento do Ouya

A CEO da empresa Boxer8, Julie Uhrman, fundou o projeto no dia 3 de julho de 2012 e uma semana depois, no dia 10, lançou uma campanha no site Kickstarter para arrecadar fundos com o público. Uhrman esperava arrecadar US$ 950 mil (por volta de R$ 1,9 milhão) para realizar o sonho de um console independente. As pessoas que apoiassem com um certo valor, receberiam então uma das primeiras unidades.

Em apenas 8 horas o Ouya atingiu sua meta e detém o recorde do site como projeto com as melhores primeiras 24 horas, atraindo um novo colaborador a cada 5,59 segundos. Ao final da campanha o projeto havia acumulado mais de US$ 8,5 milhões (algo em torno de R$ 17 milhões).

A partir de março de 2013 os colaboradores começaram a receber as primeiras versões do aparelho, apesar de alguns reclamarem que até hoje não a receberam. Uhrman disse se tratar de um problema relativo a transportadoras e que estaria trabalhando em uma solução para o caso.

Curiosidade pelo Ouya fez o aparelho esgotar rapidamente na Amazon (Foto: ouya.tv)Curiosidade pelo Ouya fez o aparelho esgotar rapidamente na Amazon (Foto: ouya.tv)

O Ouya deveria ter sido lançado oficialmente no dia 4 de julho, mas sofreu um leve atraso, chegando oficialmente nas lojas apenas no dia 25, e rapidamente se esgotou na Amazon. O pacote vendido para os consumidores inclui o console, um controle, pilhas e um cabo HDMI por US$ 99 (R$ 200 sem impostos). Controles extras podem ser comprados por US$ 49,90 (por volta de R$ 100).

O hardware

O Ouya possui um chip Tegra 3, um processador ARM Cortex-A9 Quad-Core de 1,7 GHz, placa de vídeo GeForce ULP da nVidia e 1 GB de memória RAM DDR3. Ele conta com uma saída HDMI para 720p ou 1080p e se conecta à Internet através de uma saída de rede e Wireless 802.11 b/g/n. Além disso, ele também conta com suporte a Bluetooth.

O Hardware do Ouya é simples e compacto, diferente da maioria dos consoles (Foto: wikipedia.org)O Hardware do Ouya é simples e compacto, diferente da maioria dos consoles (Foto: wikipedia.org)

O console roda uma versão do sistema Android, modificada a partir da 4.1 Jelly Bean e possui uma loja própria para comprar os jogos. Todos os títulos são armazenados em 8 GB de memória flash. Em tamanho, ele é realmente pequeno, contando com 75x75x82 milímetros e pesa apenas 300 gramas.

O joystick

O controle padrão do Ouya é claramente baseado nos joysticks atuais, com dois direcionais analógicos, um direcional digital, quatro botões de face (O, U, Y, A), dois botões de ombro e dois gatilhos.

Joystick do Ouya apresenta algumas falhas técnicas (Foto: gamer.nl)Joystick do Ouya apresenta algumas falhas técnicas (Foto: gamer.nl)

Ele é completamente wireless e utiliza duas pilhas AAA para alimentação. Há reclamações de que ele não oferece uma boa precisão, tanto pelos direcionais analógicos não detectarem tão bem todas as posições, como pela conexão wireless trazer um pouco de atraso.

Como o console possui conexão Bluetooth, é possível também conectar controles de Xbox 360, PlayStation 3 e até mesmo Nintendo Wii no aparelho, porém, isso não é algo nativo do Ouya e precisaria ser programado por conta própria em cada empresa desenvolvendo jogos para ele.

Os jogos

Em seu lançamento, o Ouya já contava com 170 títulos disponíveis em sua loja. Segundo as regras de publicação no console, todos eles precisam oferecer pelo menos uma opção de teste gratuito. Isso significa que você não ficaria sem nada para jogar por um bom tempo.

Deep Dungeons of Doom é um dos jogos já disponíveis para o Ouya (Foto: reviews.cnet.com)Deep Dungeons of Doom é um dos jogos já disponíveis para o Ouya (Foto: reviews.cnet.com)

Entre alguns desses títulos, há grandes empresas com nomes famosos. Por exemplo, a Square Enix trouxe Final Fantasy 3 para o console e a Sega fez questão de colocar seu mascote, com Sonic 4: Episode 1, Episode 2 e também o aclamado Sonic CD, originalmente do Sega CD.

Outras empresas menores e independentes trarão títulos como Arena of Heroes, Chronoblade, Bombsquad, Ice Rage, Dub Wars, Towerfall, Vector, Canabalt HD, You Don’t Know Jack, Rush Bros, Polarity, Knigthmare Tower e Deep Dungeons of Doom.


Um dos problemas que o Ouya enfrenta é que a maioria dos seus jogos são conversões de smartphones e tablets, tendo poucos títulos exclusivos. Entre alguns dos que mais chamam a atenção estão Soul Fjord, um jogo rítmico de Kim Swift, criadora da série Portal, e Human Element, um jogo de sobrevivência em um apocalipse zumbi, feito pelos produtores da franquia Call of Duty.

Emulação

Além dos jogos, o Ouya se envolveu em uma certa polêmica por alardear o uso de emulação como uma das características do console em sua conta de Twitter, mais tarde apagando a mensagem. Utilizando emuladores de Nintendo 8 Bits ou mesmo Nintendo 64, é possível reviver aventuras clássicas, como Super Mario Bros. e Super Mario 64 no aparelho.

Super Mario Bros. no Ouya levantou debate sobre emulação (Foto: nintendolife.com)Super Mario Bros. no Ouya levantou debate sobre emulação (Foto: nintendolife.com)

Porém, os jogadores precisam ter comprado esses jogos legalmente em seus respectivos consoles para terem direito a utilizá-los em qualquer tipo de emulador. Quando um usuário baixa um jogo da internet ao invés de comprá-lo, está infringindo os direitos da produtora original.

Isto coloca emuladores em uma área cinzenta legalmente, pois as produtoras alegam má fé de quem os produz, já que usuários acabarão baixando jogos sobre os quais não têm direitos. Porém, a equipe do Ouya, e a maioria dos desenvolvedores de emuladores, sempre afirmam que não distribuem jogos, então não violam nenhuma lei.

Você pretende comprar um Ouya? Veja o que outros gamers estão falando do console.

  • imprimir
  • Compartilhar no Orkut
  • Enviar para um Amigo
140 caracteres

Verificação de segurança

Gênero

  • Rudy Butzke
    2013-12-29T00:22:52

    A todos que acham que o console não tem futuro, imaginem, vocês jogando em um celular, e tendo que criar botões dos quais ficam no meio da tela, atrapalhando a jogabilidade (Sei que existem joysticks para celulares android/ios, porém nem todos tem estes tais controles). E também que um simples joystick é muito superior à segurar uma tela lisa e que encomoda com o tempo.

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário
  • Gustavo Santos
    2013-07-02T23:17:23   , respondido respondido 2013-12-29T00:18:12

    Ainda prefiro esse do que o NINTENDO WII

    COMPARTILHAR

    Imagem do usuário

    recentes

    populares

    • Gustavo Santos
      2013-07-02T23:17:23   , respondido respondido 2013-12-29T00:18:12

      Você tem razão esse meu comentário foi só para fazer uma ironia com o Nintendo wii, pois na verdade eu não ficaria com nenhum dos dois......difícil saber qual é pior kkkkkkkkkkk

      COMPARTILHAR

      Imagem do usuário

      recentes

      populares

      • Gustavo Santos
        2013-07-02T23:17:23   , respondido respondido 2013-12-29T00:18:12

        Nenhum dos dois são ruins, apenas quem não gosta não joga, mas também não faz criticas que tiram a moral, a Nintendo cria consoles que os agradam. Dificil agradar a todos.

        COMPARTILHAR

        Imagem do usuário
      • Gustavo Santos
        2013-07-02T23:17:23   , respondido respondido 2013-12-29T00:18:12

        Você tem razão esse meu comentário foi só para fazer uma ironia com o Nintendo wii, pois na verdade eu não ficaria com nenhum dos dois......difícil saber qual é pior kkkkkkkkkkk

        COMPARTILHAR

        Imagem do usuário
        • Gustavo Santos
          2013-07-02T23:17:23   , respondido respondido 2013-12-29T00:18:12

          Nenhum dos dois são ruins, apenas quem não gosta não joga, mas também não faz criticas que tiram a moral, a Nintendo cria consoles que os agradam. Dificil agradar a todos.

          COMPARTILHAR

          Imagem do usuário
          • Wagner Oliveira
            2013-07-02T12:29:52   , respondido respondido 2013-12-29T00:16:31

            Pra que gastar dinheiro num console pra jogar essas porcarias de jogos? Melhor jogar no celular...

            COMPARTILHAR

            Imagem do usuário

            recentes

            populares

            • Wagner Oliveira
              2013-07-02T12:29:52   , respondido respondido 2013-12-29T00:16:31

              tem muito jogo de android com qualidade excelente e jogabilidade excepcional como shadowngun entre outros, e o preço desses jogos são bem atraentes com relação aos dos consoles claro que não se compara mais é uma ótima ter essa opção no mercado eu compraria tranquilamente pois jogar no celular e eu tenho um super bom para jogos alguns jogos é até que complicado como dead space, shadowngun seria ótimo ter na tv esses jogos com esse console.

              COMPARTILHAR

              Imagem do usuário

              recentes

              populares

              • Wagner Oliveira
                2013-07-02T12:29:52   , respondido respondido 2013-12-29T00:16:31

                Gustavo Carmo Claro, você tem muito conforto jogando um console portátil ligado à uma TV, no qual você nem consegue ver quais botões você está apertando (no caso o TouchScreen).

                COMPARTILHAR

                Imagem do usuário

              TechTudo.com.br © Copyright 2010-2014 Globo Comunicação e Participações S.A. Política de Privacidade