Snapchat: lista reúne curiosidades sobre rede social de posts temporários

Lenses que somem, bateria que não dura e mais curiosidades para os fãs do aplicativo.


Por Carolina Ochsendorf, para o TechTudo

O Snapchat é a rede social pioneira no compartilhamento de vídeos e fotos temporários — que somem em apenas 24 horas. Copiado por Instagram, Facebook e WhatsApp, o app que surgiu em 2011 era procurado inicialmente por usuários que queriam dividir todos os momentos do seu dia a dia com um grupo de pessoas mais restrito ou compartilhar de forma privada, pelo chat. Isso ocorria exatamente pelo fato das fotos e vídeos desaparecerem. O que muita gente desconhece são as histórias curiosas por trás da rede social mais copiada de todos os tempos, como o significado do fantasma. Reunimos algumas delas aqui.

Snapchat: conheça curiosidades da rede social (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo) Snapchat: conheça curiosidades da rede social (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo)

Snapchat: conheça curiosidades da rede social (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo)

Fantasma?

O logo do aplicativo, na cor branca e similar a um desenho de fantasma (feito de lençol), é chamado de Ghostface Chillah, insipirado no rapper americano Ghostface Killah da banda de hip hop americana Wu-Tang Clan, de Nova York.

Versão Kids

Em 2013, uma versão especial do Snapchat para menores de 13 anos foi criada. Chamada de SnapKidz, a ferramenta oficial bloqueava quaisquer tipos de conteúdo impróprio para a faixa etária. Além disso, pelo app era possível adicionar conteúdos na linha do tempo das crianças, mas os usuários não podiam enviar ou receber snaps, nem adicionar amigos. O software foi descontinuado em 2015.

SnapKidz (Foto: Divulgação/Snapchat) SnapKidz (Foto: Divulgação/Snapchat)

SnapKidz (Foto: Divulgação/Snapchat)

Manda nudes

O aplicativo ficou conhecido inicialmente como forma de enviar fotos sensuais — ou famosos nudes — porque sumiam em 24 horas. Vale notar que o envio de pornografia de qualquer tipo é proibido pelo app, assim como outras práticas. Porém, o perigo de vazamento das fotos íntimas sempre foi alto, mesmo que o software conte com o recurso de reconhecimento de print de tela (screenshot).

Em 2014, inclusive, o aplicativo que oferecia o recurso de salvar os snaps dos amigos — chamado snapsaved.com — teve seu servidor invadido e expôs 500 MB de imagens (incluindo nudes) capturadas e armazenadas na sua nuvem.

0% de Bateria

Segundo testes realizados pela AVG, o Snapchat é o aplicativo que mais consome a bateria do celular. De acordo com a empresa, além de funcionar em segundo plano, o software não deleta o cache da rede social, mesmo apagando fotos e vídeos, o que também gera lentidão nos aparelhos.

Facebook e Snapchat são os apps que mais gastam a bateria do celular (Foto: Foto: Divulgação/AVG) Facebook e Snapchat são os apps que mais gastam a bateria do celular (Foto: Foto: Divulgação/AVG)

Facebook e Snapchat são os apps que mais gastam a bateria do celular (Foto: Foto: Divulgação/AVG)

Os lenses somem?

Os lenses são recursos que permitem adicionar efeitos divertidos de lentes e filtros nas suas selfies e fotos. São ativados com movimentos faciais e desaparecem da lista com o tempo. Segundo o Snapchat, a justificativa para a troca diária dos lenses oferecidos é evitar que os usuários fiquem enjoados e que, por isso, o recurso caia em desuso. Alguns lenses, porém, são fixos na lista.

Usando o Lenses  (Foto: Reprodução/Helito Bijora) Usando o Lenses  (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

Usando o Lenses (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

Se o usuário quiser usar as lenses em fotos de outras pessoas (com a câmera traseira) e publicá-las, é possível reconhecer os rostos na TV, em fotos impressas ou até mesmo no PC, embora não consiguam reconhecer rostos de animais. Em datas comemorativas como Carnaval e Dia das bruxas, o app disponibilizou lenses temáticos e, atualmente, o recurso já conta com animações em 3D.

Vídeo mostra os melhores lenses do Snapchat; assista

Os melhores Lenses do Snapchat

Os melhores Lenses do Snapchat

Picaboo

Um comunicado de imprensa com data de 2011 revela o Snapchat, com a mesma interface e logo, porém, com o nome de Picaboo. O texto dizia que o app era voltado para o "público feminino", fotos sensuais e coisas divertidas entre amigas.

Snapchat se chamava Picaboo no início, em 2011 (Foto: Divulgação/Picaboo) Snapchat se chamava Picaboo no início, em 2011 (Foto: Divulgação/Picaboo)

Snapchat se chamava Picaboo no início, em 2011 (Foto: Divulgação/Picaboo)

Sonho de Zuckerberg

Antes de copiar todas as funções do Snapchat em seus aplicativos, Mark Zuckerberg teria tentado comprar o Snapchat, assim como fez com WhatsApp e Instagram. Segundo fontes do setor, a rede social rejeitou uma oferta de aquisição de US$ 3 bilhões do Facebook — e outra de US$ 4 bilhões feita pelo Google.

Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook (Foto: Divulgação/Facebook) Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook (Foto: Divulgação/Facebook)

Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook (Foto: Divulgação/Facebook)

Quem é o Snapchat?

O snapchat foi criado por Evan Spiegel, Bobby Murphy e Reggie Brown na Universidade de Standford — todos, na época, universitários. Assim como o Facebook, a rede social viveu uma briga entre sócios. Atualmente, Spiegel é o nome e o rosto à frente da plataforma como CEO (presidente-executivo).

Com recursos inovadores, como os óculos Spetacles, o Snapchat ainda continua da briga contra o Instagram, WhatsApp e Facebook. Por esse motivo, logo após o lançamento dos Stories, lançou quatro novas funções, dentre as quais uma delas se assemelha à ferramenta carimbo e recorte do famoso Photoshop.

MAIS DO TechTudo