Monitor

03/11/2016 07h15 - Atualizado em 03/11/2016 07h15

Google Jamboard e Surface Hub: conheça funções dos quadros smart

Paulo Alves
por
Para o TechTudo

O Google anunciou recentemente o Jamboard, uma tela interativa que deve disputar o mesmo mercado que o Surface Hub, da Microsoft. Os dois aparelhos parecem TVs gigantes com tela touch de resolução 4K, e oferecem recursos de desenho e internet, para realizar videochamadas. Destinados, principalmente, ao mundo corporativo, eles têm mais diferenças do que você pode imaginar. Confira detalhes de cada dispositivo.

Surface Hub: testamos o telão smart da Microsoft que revoluciona reuniões

Design

Os dois aparelhos permitem fazer desenhos ao escrever na tela com canetas que acompanham a caixa. O Surface Hub usa uma caneta inteligente com bateria e ponta inversa que opera como borracha virtual, um modelo parecido com o que é incluso no Surface Book e no Surface Pro 4.

Surface Hub e Jamboard permitem desenhar na tela (Foto: Divulgação/Google)Surface Hub e Jamboard permitem desenhar na tela (Foto: Divulgação/Google)

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Já o Jamboard trabalha com uma stylus comum, sem qualquer função smart, capaz de desenhar linhas de 1 mm de espessura. O telão do Google aceita qualquer caneta própria para touchscreen, sem qualquer bateria, mas requer um acessório extra (ou os próprios dedos), incluso na compra, para apagar desenhos.

Videochamadas

O Surface Hub, sendo um produto da Microsoft, naturalmente, é compatível com programas da mesma fabricante, incluindo videochamadas. Para realizar conferências em vídeo, é preciso usar o Skype, mais especificamente a versão adaptada para tela grande.

No caso do Jamboard, ideal para usar ferramentas do Google, chamadas de vídeo são feitas no Hangouts, que exige conta do Gmail ou outra cadastrada nos servidores da desenvolvedora.

Colaboração

O Jamboard sai na frente do rival quando se trata de flexibilidade para colaborar. Integrado a vários serviços na nuvem do Google, o aparelho permite transmitir apresentações de slides e qualquer outro conteúdo inserido no quadro branco online para qualquer pessoa. Para isso, há aplicativos exclusivos para celulares com Android e iPhone (iOS).

Jamboard permite colaboração à distância pelo computador, tablet ou celular (Foto: Divulgação/Google)Jamboard permite colaboração à distância pelo computador, tablet ou celular (Foto: Divulgação/Google)

A audiência pode até colaborar com sugestões para fluxos, chuvas de ideias e outras atividades desempenhadas no Jamboard pelo celular. Se os colegas de trabalho estiverem usando iPad ou tablets Android, podem tirar proveito das mesmas funções presentes no telão para trabalhar em conjunto com quem está no escritório.

Jamboard é mais versátil (Foto: Divulgação/Google)Jamboard é mais versátil (Foto: Divulgação/Google)

A interação com quem está distante é mais limitada no Surface Hub. Com exceção de videochamadas com compartilhamento de tela via Skype, não há muito o que fazer quando participantes de uma reunião estão fora do escritório – no geral, eles só podem assistir ao que você desenha na tela.

Apps

Surface tem Skype, OneNote e pacote Office (Foto: Elson Junior/TechTudo)Surface tem Skype, OneNote e pacote Office (Foto: Elson Junior/TechTudo)

O Jamboard é compatível com aplicativos online populares do Google, presentes na Gsuite, como Drive, Docs, Sheets e Slides. Além disso, é integrado ao Google Maps e ao YouTube para incorporar conteúdo dinâmico às suas criações.

O Surface Hub, por outro lado, tem acesso a aplicativos da Microsoft como OneNote, Word, Excel e PowerPoint. Esses todos devidamente otimizados para trabalhar na tela grande. Não há, porém, conexão com a nuvem. O Surface Hub não permite acesso à loja de apps do Windows nem login com a conta da Microsoft. Segundo a fabricante, é uma medida que serve para proteger os clientes de vazamentos de dados.

Preço

Surface Hub é o mais caro disparado (Foto: Elson Junior/TechTudo)Surface Hub é o mais caro disparado (Foto: Elson Junior/TechTudo)

Jamboard e Surface Hub estão disponíveis em versões de 55 polegadas com resolução 4K, e só o modelo da Microsoft tem um modelo maior, com display de 84". O Google ainda não divulgou preço oficial, mas afirmou que não pretende ultrapassar a barreira dos US$ 6 mil (R$ 19 mil, no câmbio atual, sem impostos). O valor pode parecer caro demais, mas, ainda assim, é uma fração do que é cobrado pela Microsoft - US$ 21.999 (R$ 70 mil), na versão de 84 polegadas.

Esperar o Surface no Brasil ou comprar no exterior? Comente no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares