Jogos de aventura

01/11/2016 06h00 - Atualizado em 01/11/2016 06h00

Lista de Mario Bros. traz jogos de consoles que não eram da Nintendo

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Mario Bros., a dupla de encanadores da Nintendo, tem uma grande carreira em videogames da empresa, mas o que poucas pessoas sabem é que ocasionalmente os irmãos deram as caras também em outras plataformas. Conheça os jogos dos personagens que saíram em aparelhos como o clássico Atari, PC e até fliperamas.

Super Mario Run é o primeiro jogo da Nintendo exclusivo para iPhone e iOS

Mario Bros. (Atari 2600 – 1983)

Antes da Nintendo se estabelecer no mercado de consoles, ela publicava games como Donkey Kong e Mario Bros. nos fliperamas e na época, todo jogo de sucesso dos arcades ganhava uma versão para os consoles da Atari. O clássico Mario Bros., game em que o encanador luta contra monstros nos esgotos de Nova York, teve versões para vários videogames, desde o Atari 2600 até o Commodore 64 e muitos outros.

Mario Bros. do Atari 2600 trazia o herói em uma versão bem simplificada dos fliperamas (Foto: Reprodução/AtariAge)Mario Bros. do Atari 2600 trazia o herói em uma versão bem simplificada dos fliperamas (Foto: Reprodução/AtariAge)


Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Mario Teaches Typing (PC – 1991)

Após o lançamento do NES em 1986 nos Estados Unidos, se tornou menos comum ver Mario fora das plataformas Nintendo, mas muitos jogos educativos com o personagem foram lançados para PC.

Mario Teaches Typing era um game que ensinava datilografia através de minigames, como pular em tartarugas, fugir de peixes e desbravar castelos. Apesar de muito simples e nada divertido, ele ganhou uma sequência.

Mario Teaches Typing era um jogo estranho com um valor educativo um pouco questionável (Foto: Reprodução/Geekenstein)Mario Teaches Typing era um jogo estranho com um valor educativo um pouco questionável (Foto: Reprodução/Geekenstein)

Super Mario Bros.& Friends: When I Grow Up (PC – 1991)

Ainda mais básico que Mario Teaches Typing, “When I Grow Up” era um jogo voltado para crianças e trazia desenhos dos personagens de Super Mario em situações inusitadas para colorir. Algumas das ideias provavelmente foram aproveitadas posteriormente em Mario Paint para o Super Nintendo.

Super Mario Bros & Friends: When I Grow Up trazia imagens para pintar como você preferisse (Foto: Reprodução/GameFaqs)Super Mario Bros & Friends: When I Grow Up trazia imagens para pintar como você preferisse (Foto: Reprodução/GameFaqs)

Mario is Missing! (PC – 1992)

O primeiro jogo dos irmãos Mario a ser estrelado por Luigi, Mario is Missing, é um game educativo que lança o irmão menos conhecido em uma busca para encontrar Mario, desaparecido em algum lugar do mundo real.

Os jogadores percorrem vários locais, entre eles o Brasil, em busca de itens para restaurar monumentos e pontos turísticos roubados por Bowser. Uma vez devolvidos é preciso responder questões de geografia e história para garantir o progresso.

Mario is Missing trazia gráficos elaborados no PC porém artisticamente bem feios (Foto: Reprodução/YouTube)Mario is Missing trazia gráficos elaborados no PC porém artisticamente bem feios (Foto: Reprodução/YouTube)

Super Mario Bros. Mushroom World (Fliperama – 1992)

Nos anos 90, além dos games tradicionais, havia uma onda de fliperamas do tipo Pinball, e Mario não ficou de fora. A mesa era mais voltada para crianças e por isso era menor que o tradicional, com suporte tanto para moedas quanto para tíquetes que poderiam ser trocados por brindes.

Apesar de o nome sugerir que o jogo tinha ligação com Super Mario World, todos os elementos do game vinham de Super Mario Bros. 3.

Super Mario Bros. Mushroom World trazia uma mesa menor que o tradicional voltada para crianças (Foto: Reprodução/VPForums)Super Mario Bros. Mushroom World trazia uma mesa menor que o tradicional voltada para crianças (Foto: Reprodução/VPForums)

Hotel Mario (CD-i – 1994)

Após a Nintendo abandonar a ideia de levar o game para o PlayStation, da Sony, ela fechou uma parceria com a Philips para lançar Mario em seu novo aparelho, o CD-i. Hotel Mario é um game bem estranho no qual o encanador tem que fechar portas para trancar inimigos em seus quartos e pular para eliminar os que já estão do lado de fora. Nada divertido.

Hotel Mario para o CD-i não captava nada do que tornava os games de Mario divertidos (Foto: Reprodução/The Black Moon Project)Hotel Mario para o CD-i não captava nada do que tornava os games de Mario divertidos (Foto: Reprodução/The Black Moon Project)

Mario’s Early Years! (PC – 1994)

A série Mario’s Early Years! também era focada em games educativos para crianças e teve três jogos lançados: Fun with Letters, Fun with Numbers e Preschool Fun. Todos eram coletâneas simples de minigames nos quais se aplicavam conhecimentos básicos sobre palavras, números e mais em situações que envolviam a turma de Mario, com narração de crianças para incentivar o aprendizado.

Mario e seus amigos ajudavam crianças a aprender sobre letras, números e mais em diversas situações (Foto: Reprodução/Tumblr)Mario e seus amigos ajudavam crianças a aprender sobre letras, números e mais em diversas situações (Foto: Reprodução/Tumblr)

Mario’s Game Gallery (PC – 1995)

Um dos poucos títulos do jogo para PC que foge do tema educativo, Mario’s Game Gallery trazia uma coleção de jogos de tabuleiro para o seu computador, como: damas, gamão e dominó.

Apesar de serem jogos razoáveis, não havia nenhum diferencial que aproveitasse a turma de Mario, o que não permitiu que o jogo fizesse muito sucesso. Uma curiosidade é que este game marcou a estreia de Charles Martinet, dublador que faz a voz de Mario até hoje.

Marios Game Gallery permitia enfrentar Mario em alguns jogos divertidos (Foto: Reprodução/YouTube)Mario's Game Gallery permitia enfrentar Mario em alguns jogos divertidos (Foto: Reprodução/YouTube)

Mario’s Time Machine Deluxe (PC – 1996)

No último game educativo de Mario para PC, os jogadores devem consertar a história do mundo. Já que Bowser roubou vários itens do passado, cabe a Mario recuperá-los. Apesar de algumas semelhanças com Mario is Missing, Mario’s Time Machine Deluxe tem ainda menos elementos de jogabilidade e se foca em oferecer perguntas para o jogador resolver.

Apesar da interessante premissa de viagem no tempo, Marios Time Machine era bem monótono (Foto: Reprodução/Modojo)Apesar da interessante premissa de viagem no tempo, Mario's Time Machine era bem monótono (Foto: Reprodução/Modojo)

Mario Kart Arcade GP (Fliperama – 2005)

O sucesso da série Mario Kart desde sua estreia no Super Nintendo garantiu que ele ganhasse uma versão para fliperamas. Porém, esta não foi desenvolvida pela Nintendo e sim pela Bandai Namco, com multiplayer online entre máquinas em vários locais diferentes e uma participação especial do mascote da empresa: Pac-Man.

Mario Kart Arcade GP colocava o mascote da Nintendo para disputar corridas com Pac-Man (Foto: Reprodução/Wikipedia)Mario Kart Arcade GP colocava o mascote da Nintendo para disputar corridas com Pac-Man (Foto: Reprodução/Wikipedia)

Super Mario Run (iOS e Android – 2016)

Apesar de ainda não ter sido lançado, Super Mario Run será o primeiro jogo do mascote da Nintendo para smartphones, primeiro para o iPhone (iOS) em dezembro.

O game tem os moldes de “corrida infinita”, popular nos dispositivos móveis, mas com alguns toques originais que permitem que Mario interaja com o cenário e até pare de correr por alguns instantes.

Super Mario Run será o primeiro jogo do mascote para smartphones (Foto: Reprodução/Forbes)Super Mario Run será o primeiro jogo do mascote para smartphones (Foto: Reprodução/Forbes)

Você ainda joga games retrô nos consoles? Comente no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares