Editores

06/03/2017 07h00 - Atualizado em 06/03/2017 07h00

Microsoft Paint: todas as versões do famoso editor de fotos do Windows

João Kurtz
por
Para o TechTudo

O Paint é um dos aplicativos mais icônicos do Windows e foi o responsável por fazer com que muitas pessoas descobrissem que é possível usar um computador para desenhar. O programa é classificado como um editor de imagens remasterizado e normalmente é usado para criar imagens simples ou edições rápidas de fotos, embora também permita desenvolver gráficos de alta qualidade e complexidade.

Site simula Windows 1.01 no navegador; veja como eram Paint e Reversi

Veja 15 dicas no Paint para quem não tem Photoshop

Por ser parte integrante do sistema operacional da Microsoft, o Paint passou por várias mudanças para se tornar atual, que incluem mudanças de seus recursos e capacidades ao longo dos anos.

MyPaint (Foto: Reprodução/Carolina Ochsendorf         )Conheça todas as versões do famoso editor de fotos do Windows (Foto: Reprodução/Carolina Ochsendorf)












Aplicativo do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu celular

1. PC Paintbrush

A primeira versão do Paint se tratou, na verdade, de um software licenciado chamado PC Paintbrush, criado pela ZSoft Corporation para o MSDOS e adaptada para o Windows 1.0. O programa foi um dos primeiros da história a usar um mouse e salvava arquivos em um formato proprietário chamado MSP.

Primeira versão do Paint foi um dos primeiros apps a usar mouse (Foto: Reprodução/Daniels)Primeira versão do Paint foi um dos primeiros apps a usar mouse (Foto: Reprodução/Daniel's)

O PC Paint foi desenvolvido para rivalizar com o MacPaint e, na época, seu principal diferencial era o suporte a cores, embora limitado. Apesar de ter sido substituído como o editor de imagens do Windows, o aplicativo continuou existindo até 1993, quando sua criadora foi vendida.

2. Paintbrush

A nova versão do editor foi introduzida no Windows 3.0. Ela possuía praticamente as mesmas funções do antecessor, ganhando uma nova interface e suporte para um número maior de cores, além de poder salvar nos formatos BMP e PCX.

Paintbrush (Foto: Reprodução)Paintbrush (Foto: Reprodução)


3. Paint (Windows 9x)

Com a chegada do Windows 95 e do Windows NT 4.0, a Microsoft atualizou o editor, que passou a se chamar Paint. Esta versão, que será usado até o Windows Me, ganhou suporte a paletas customizadas de cores de até 16-bits por pixel que podiam ser salvas no formato PAL.

A partir da versão para Windows 98, o Paint passou a salvar arquivos em formato JPG, GIF e PNG, desde que os filtros adequados estivessem instalados. Para fazer isso, entretanto, o usuário deveria instalar outros programas, como o Office. Já a partir do Windows Me, o tamanho do quadro passa a mudar automaticamente quando uma imagem maior é colada.

Paint no Windows 95 (Foto: Reprodução/YouTube)A partir do Windows 95,  o Paint ganhou suporte a paletas customizadas de cores de até 16-bits por pixel que podiam ser salvas no formato PAL(Foto: Reprodução/YouTube)


4. Paint (Windows XP)

Uma nova versão do programa para o Windows XP foi atualizada para poder salvar imagens nos formatos BMP, JPG, GIF, PNG e TIFF sem precisar de outros aplicativos. A edição só suportava profundidade de cor de até 24 bits, mas também passou a poder importar imagens de scanners e câmeras digitais.

Paint no Windows XP (Foto: Reprodução/YouTube )Paint no Windows XP suportava profundidade de cor de até 24 bits (Foto: Reprodução/YouTube )

5. Paint (Windows Vista)

A maior alteração da versão do Paint para o Windows Vista foi a introdução de novos ícones da barra de tarefas, paleta de cores, barra deslizante para a lupa, função de corte e salvar arquivos, por padrão, em formato JPG. O aplicativo também passou a poder desfazer até 10 alterações com o comando CTRL+Z, ao contrário de versões anteriores que armazenavam até três mudanças.

Paint no Windows Vista (Foto: Reprodução/YouTube )Paint no Windows Vista permite salvar fotos em formato JPEG (Foto: Reprodução/YouTube)


6. Paint (Windows 7 e posterior)

Com a chegada do Windows 7, o Paint ganhou uma nova interface baseada na GUI Ribbon – a mesma usada no Microsoft Office. Outras alterações incluem desfazer até 50 alterações e a adição de novos pinceis estilizados para criar efeitos de transparência e realismo.

A versão continua suportando os mesmos formatos e pode visualizar – mas não salvar – arquivos PNG e ICO transparentes. Aquele formato também passa a ser adotado como o padrão de salvamento.

A mesma versão desde então, no Windows 8 e Windows 10, nas quais as únicas alterações significativas são a correção de bugs.

Aplicativo evoluiu para se adaptar às mudanças do Windows (Foto: Reprodução/Microsoft)Aplicativo evoluiu para se adaptar às mudanças do Windows (Foto: Reprodução/Microsoft)

7. Fresh Paint (Windows 10)

O Fresh Paint é um novo aplicativo da Microsoft desenvolvido para permitir a criação de imagens semelhantes a pinturas. O programa possui um grande número de pinceis e permite simular vários tipos de pintura, como caneta ou óleo. Ele está disponível para as versões desktop e móvel do Windows 10, mas não para outros sistemas operacionais móveis.

Aplicativo de pintura funciona no Windows Phone (Foto: Reprodução/Microsoft)Aplicativo de pintura funciona também Windows Phone (Foto: Reprodução/Microsoft)

8. Paint 3D (Windows 10 Creator's Update)

A nova versão do Paint 3D, que deve ser lançada junto com o Windows 10 Creator’s Update, ainda em 2017. O programa ganha uma nova interface de usuário, além de vários recursos para a criação de figuras tridimensionais e adesivos. Embora sua versão final ainda não esteja disponibilizada, é possível testar a edição beta no Windows Insider.

Paint 3D permite que o usuário crie desenhos e trabalhos tridimensionais no Windows 10 (Foto: Reprodução/Elson de Souza) (Foto: Paint 3D permite que o usuário crie desenhos e trabalhos tridimensionais no Windows 10 (Foto: Reprodução/Elson de Souza))Paint 3D permite que o usuário crie desenhos e trabalhos tridimensionais no Windows 10 (Foto: Reprodução/Elson de Souza)


9. Paint para macOS?

Ao contrário de outros aplicativos da Microsoft, o Paint não possui uma versão para Mac. O sistema operacional da Apple, entretanto, possui um programa nativo Preview que contém várias funções idênticas às do rival.

Ajuste de cores (Foto: Reprodução/André Sugai) (Foto: Ajuste de cores (Foto: Reprodução/André Sugai))Paint para Mac permite fazer ajuste de cores nas fotos (Foto: Reprodução/André Sugai)


10. MyPaint (Código Aberto)

MyPainto aplicativo de código aberto alternativo ao Paint. Ele está disponível para Windows, Mac e Linux, possuindo várias ferramentas, incluindo pincéis customizáveis, compatibilidade com vários formatos de arquivo, camadas e filtros.

MyPaint-3 (Foto: Reprodução/Felipe Vinha      )MyPaint tem versões para Windows, Mac OS X e Linux (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)








Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares