Instagram minimiza cópia ao Snapchat: 'é assim que funciona'

Rede social trata com normalidade o fato de copiar recurso que tornou o concorrente popular.


Acusado de copiar o Snapchat em um famoso evento de tecnologia nos Estados Unidos, o diretor de produto do Instagram, Kevin Weil, minimizou a situação. “Francamente, eu acho que seria hipócrita da nossa parte dizer: não podemos trabalhar em cima da necessidade que as pessoas têm de compartilhar cada vez mais momentos das suas vidas, porque uma pessoa já pensou nessa ideia antes”, declarou aos presentes.

O questionamento ocorreu na terça-feira (16), durante o Disrupt NY 2017, evento que discute principais inovações do setor de tecnologia, promovido pelo site TechCrunch, em Nova York, nos Estados Unidos.

Snapchat Memories e Instagram Stories (Foto: Arte/TechTudo) Snapchat Memories e Instagram Stories (Foto: Arte/TechTudo)

Snapchat Memories e Instagram Stories (Foto: Arte/TechTudo)

Aplicativo do TechTudo: dicas e notícias de tecnologia no seu celular

Ainda durante um painel do evento, Weil foi questionado a respeito da declaração do CEO do Instagram, Kevin Systrom, que disse que a cópia é um movimento natural. “Para ser honesto, é assim que o mercado de tecnologia funciona e todas as indústrias trabalham. Boas ideias começam em um determinado lugar e se espalham por todos os cantos. Elogio o Snapchat por ter criado o Stories, mas esse é um formato que está sendo adotado por diferentes plataformas“, argumenta.

Para ser honesto, é assim que o mercado de tecnologia funciona e todas as indústrias trabalham

“Essencialmente, o objetivo do Instagram é se tornar cada vez mais útil para os usuários, de modo que as pessoas se aproximem”, afirmou Kevin Weil, em resposta. Para completar, o diretor ainda fez uma analogia bem pensada ao falar que a Pixar foi o primeiro estúdio a fazer filmes por computação animada, mas que o cenário como um todo melhorou com a contribuição da Dreamworks, que também está trazendo grandes filmes.

Kevin Weil e Josh Constine durante um painel do Disrupt NY 2017 (Foto: Reprodução/TechCrunch) Kevin Weil e Josh Constine durante um painel do Disrupt NY 2017 (Foto: Reprodução/TechCrunch)

Kevin Weil e Josh Constine durante um painel do Disrupt NY 2017 (Foto: Reprodução/TechCrunch)

O Instagram Stories é visto como um negócio rentável e que pode se sustentar a longo prazo graças aos anúncios exibidos entre os Stories. Entretanto, quando questionado sobre cada plataformar oferecer uma função exclusiva, e destacar-se no setor, Weil desconversou.

“Nós estamos construindo algo com que as pessoas se identifiquem e é isso o que importa. O mercado é grande, então vários players conseguem se dar bem neste nicho. Não podemos ficar para trás por causa disso. Precisamos agregar valor à vida das pessoas”, encerrou o executivo.

Instagram bloqueado? Troque dicas de como recupera a conta no Fórum do TechTudo.

Globo.com - Desculpe-nos, nossos servidores estão sobrecarregados.

:/

nossos servidores estão sobrecarregados. tente novamente em breve. Globo.com
2000-2015 globo.com Todos os direitos reservados. política de privacidade