Computex: notebooks com Windows 10 e ARM chegam ainda em 2017

PCs com processadores Snapdragon 835, usados em celulares top de linha, poderão chegar ao mercado ainda neste ano, segundo Microsoft e Qualcomm


Por Filipe Garrett, para o TechTudo

Microsoft e Qualcomm prometem o lançamento de notebooks com Windows 10 e processadores Snapdragon 835 ainda neste ano. A disponibilidade de produtos com um processador de arquitetura ARM poderia significar uma série de novidades interessantes no mercado de PCs, dominado a décadas pela arquitetura x86 da Intel: preços poderiam cair devidos aos custos mais baixos de fabricação, além de a duração de bateria ser potencialmente muito maior em um equipamento com ARM.

Durante a Computex 2017, Qualcomm e Microsoft realizaram demonstrações do Windows 10 rodando num notebook equipado com o Snapdragon.

Windows 10 em PCs com Snapdragon 835 será capaz de rodar aplicativos do Windows 10 convencional (Foto: Divulgação/Qualcomm) Windows 10 em PCs com Snapdragon 835 será capaz de rodar aplicativos do Windows 10 convencional (Foto: Divulgação/Qualcomm)

Windows 10 em PCs com Snapdragon 835 será capaz de rodar aplicativos do Windows 10 convencional (Foto: Divulgação/Qualcomm)

Essa não seria a primeira investida da Microsoft na arquitetura usada nos processadores de tablets e celulares. Em 2012, durante o ciclo do Windows 8, o Windows RT surgiu como aposta de versão completa do sistema operacional para processadores ARM. Entretanto, a falta de suporte de aplicativos da versão para Intel e AMD do Windows 8, acabou condenando o projeto.

Para evitar que o mesmo problema se repita, o Windows 10 on ARM conta com um emulador nativo, que em demonstrações da Microsoft é capaz de dar conta até mesmo de aplicações pesadas, como um Photoshop.

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Na avaliação de Microsoft e Qualcomm, laptops equipados com processadores Snapdragon contarão com funcionalidades mais similares a de smartphones, como conectividade 4G em tempo integral, e outras vantagens competitivas diante de versões com Intel ou AMD: processadores ARM precisam de muito menos energia para operar e isso pode levar a notebooks com autonomia muito superior.

Em demonstrações realizadas na Computex 2017, Microsoft e Qualcomm falam na disponibilidade dos primeiros PCs com Snapdragon 835 e Windows 10 ainda em 2017.

Mini PC é bom? Comente no Fórum TechTudo

MAIS DO TechTudo