Sistemas Operacionais

31/01/2011 10h54 - Atualizado em 14/07/2011 07h05

PlayStation Suite vai emular jogos do PlayStation original para Android

Bruno do Amaral
por
Para o TechTudo

No evento do último dia 27, em Tóquio, no Japão, a Sony não só anunciou o sucessor do PSP com o pomposo codinome de Next Generation Portable (NGP), mas também o serviço que traz games da empresa para smartphones e tablets equipados com o sistema Android. Intitulado de PlayStation Suite, a ferramenta vai emular clássicos do PlayStation 1 e pode solucionar o mistério sobre o conteúdo que será disponibilizado no Xperia Play (também conhecido como PSPhone).

De acordo com a empresa, a primeira leva de jogos será mesmo de emulação do PlayStation, como foi demonstrado no evento com os títulos Cool Boarders 2, Syphon Filter, Rally Cross, Wild Arms e MediEvil. Em entrevista ao site Engadget, Jack Tretton, CEO da Sony nos Estados Unidos, afirmou ainda que há a possibilidade de games do PSP serem emulados, assim como aplicativos com outras funções.

cool boaders (Foto: Divulgação)O clássico Cool Boaders 2 será um dos atrativos da PS Suite (Foto: Divulgação)

No entanto, a empresa pretende utilizar o sistema para desenvolver jogos inteiramente novos para as plataformas móveis, incluindo não só aparelhos com o sistema operacional do Google, mas também o próprio NGP.

Com isso, esperam-se títulos que aproveitem os recursos das telas sensíveis ao toque típicas dos smartphones e tablets, assim como do novo portátil. Mas também é quase certo afirmar que desenvolvedoras tirarão proveito da união do touchscreen com botões físicos do NGP, além do próprio Xperia Play, embora a Sony ainda não confirme essa intenção (até porque o smartphone ainda não foi oficializado).

Para rodar o PlayStation Suite, os smartphones e tablets precisarão ter a versão 2.3 (também chamada de Gingerbread) ou superior do Android. Ainda não há informações sobre o preço dos games, mas eles serão vendidos em uma versão da PlayStation Store que será disponibilizada junto do Suite. O serviço deverá entrar em operação até o final do ano ao menos no Japão.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares