Media centers

10/01/2011 16h36 - Atualizado em 14/07/2011 07h07

Samsung apresenta o SmartTV, uma loja de aplicativos para a sua televisão

Beline Cidral
por
Para o TechTudo

Há tempo o conceito de mobilidade e convergência vêm dominando os produtos eletrônicos, e a tendência no CES 2011 (Consumer Eletronics Show) não poderia ser diferente. De celulares a geladeiras, a execução exclusiva de tarefas primárias não é mais considerado uma 'opção' nos dispositivos portáteis e em outras ferramentas domésticas.

A popularização dos smartphones indica o fenômeno. O celular não substituiu o computador, nem a câmera dedicada (ainda?), mas certamente reformulou o conceito da finalidade e usabilidade destes dispositivos, bem como a linha de produção e, principalmente, a forma de se consumir serviços e conteúdos.

Os celulares inteligentes também popularizaram o termo “smart”, que hoje pode ser encontrado como prefixo em diversos aparelhos em nossa casa. Mas, aparentemente, esse conceito se estendeu para as lojas.

Parece que a Samsung entendeu esse contexto e decidiu ir além, fazendo previsões para o futuro, durante a sua apresentação na CES. “...a TV será a tecnologia dominante na vida humana”. Nesse clima, apresentaram a SmartTV, que permitirá controlar a televisão e acessar conteúdo online diretamente dos tablets e outros dispositivos.

Samsung apresenta a Smart TV durante a CES 2011 (Foto: Engadget)Samsung apresenta a Smart TV durante a CES 2011 (Foto: Engadget)

Televisores com internet não são exatamente uma novidade, muito menos para a Samsung, como deixou claro o presidente da companhia, B. K. Yoon: "Não é apenas uma questão de design; precisa também ser confortável de usar. O maior erro das pessoas em relação a SmartTV é pensar que é apenas uma TV com um computador dentro... Uma TV não fica inteligente só porque pode acessar a internet", disse, talvez em um recado à Google e/ou Apple.

“As pessoas vão assistir ao que elas querem”, afirmou o presidente, endossando o conceito de “tecnologia humana” que pretende guiar os novos produtos aliados a serviços da sul coreana. Segundo ele, a SmartTV promete ir além do Youtube e das redes sociais.

Apesar de o lançamento da Samsung permitir, por exemplo, acessar o Twitter na TV pelo celular ou tablet, o recurso não faz sentido se você pode fazer isso simplesmente usando seu dispositivo de mão.

Samsung Smart TV (Foto: Divulgação)Samsung Smart TV (Foto: Divulgação)

A novidade fica por conta das possibilidades que a integração entre dispositivos pode permitir. Imagine o que será dos canais de vendas com um produto desses em mãos?

Programação por demanda também foi uma das maiores preocupações, e para o caso do mercado norte-americano, existe a possibilidade de se acessar a programação da Time Warner Cable e da Comcast tanto pela TV quanto pela internet, em outros dispositivos.

No Brasil, a Samsung já demonstrou que dará atenção à necessidade de convergência em aparelhos como o Galaxy Tab - o único com receptor de TV digital e analógica ao mesmo tempo.

Se por aqui ainda não faz sentido ou não é popular 'assistir TV' via internet sem ser pelo YouTube (claro, os limites da banda larga são o grande entrave disso no Brasil), em mercados desenvolvidos, a Samsung se mostra muito atenta às novas formas de se consumir conteúdo e na relação das pessoas com a tecnologia, apontando uma possível tendência: Não será só o seu celular que será "smart".

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares