Utilitários

25/01/2011 20h19 - Atualizado em 15/07/2013 11h09

Sites de torrent sofrem com enxurrada de conteúdo falso

Thássius Veloso
por
Do Tecnoblog

Os grandes grupos de mídia, em especial Hollywood e a indústria fonográfica, nunca foram bons amigos do pessoal que inventou o torrent. Afinal de contas, esse protocolo - que permite um compartilhamento fácil de conteúdo - tornou-se uma central de downloads ilegais, contendo produções que custaram milhões de dólares para serem feitas (normalmente são centenas de milhões, você sabe).

Provavelmente você já ouviu falar de torrent e nem sabe (Foto: Desconhecido)25% do conteúdo no Pirate Bay é ilegal (Foto: )

Para deter os piratas da internet, essas empresas iniciaram um contra-ataque que atinge em cheio os sites de torrent: Uma enxurrada de conteúdo falso está sendo promovida não só por essas empresas, mas também por usuários mal intencionados que não têm qualquer desejo de compartilhar e interagir.

Pesquisadores da Espanha fizeram um levantamento que considerou os 55 mil torrents mais populares, e o resultado não foi nada animador: 25% de todo o conteúdo que passa pelo Pirate Bay não é legítimo. Em geral, são produções como filmes e álbuns musicais que, depois de baixados, revelam filmes pornôs, arquivos corrompidos ou MP3s com chiados. E o pior é que as empresas pagam para disseminar esse conteúdo falso.

Além das empresas de mídia, os pequisadores também descobriram que o P2P vem sendo envenenado pelos próprios compartilhadores. Responsáveis por sites pagos de troca de arquivos (ilegais, veja bem) enviam arquivos corrompidos, com o aviso de que esse mesmo filme ou álbum está disponível naquela rede alternativa por alguns "caraminguás" por mês.

Via Ars Technica.

Quer saber se o seu software tem o codec certo para assistir filmes e séries em seu PC? Instale K-Lite Codec Pack e descubra!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares