Tablet

18/02/2011 12h38 - Atualizado em 14/07/2011 07h02

Apple quer iPhone mais barato, mas do mesmo tamanho

Bruno do Amaral
por
Para o TechTudo

Há quem ame odiar a Apple e toda a atenção que ela sempre consegue a cada anúncio. Mas o fato é que a empresa consegue como nenhuma outra promover a curiosidade para novos produtos. E com o iPad 2 não deve ter tantas mudanças em relação ao original, a onda da vez é a nova geração do iPhone.

iPhone 4 (Foto: Divulgação)iPhone 4 (Foto: Divulgação)

Ao contrário de rumores recentes, agora o The New York Times afirma: não haverá nenhum "iPhone nano" ou qualquer versão com tela reduzida do popular smartphone da Apple. O jornal norte-americano afirma que um aparelho assim não seria fácil de utilizar, e seus custos de produção não seriam tão mais barata assim.

A Apple também quer evitar que uma tela menor em um suposto iPhone Nano cause uma fragmentação no iOS, uma reclamação que é muito comum entre os usuários do Android. É bom lembrar que a resolução do iPhone 4 e iPod Touch de última geração foi mantida na proporção exata de quatro vezes a dos aparelhos antigos, para que os aplicativos pudessem ser maximizados sem maiores transtornos.

Isto não significa, no entanto, que a companhia de Steve Jobs não esteja considerando a opção de vender um iPhone mais barato, mas do mesmo tamanho que o atual. Um funcionário antigo da empresa teria afirmado à publicação que a Apple está adotando "técnicas familiares" para baixar o preço do smartphone, como reduzir a resolução da câmera ou a capacidade de armazenamento.

De certa forma, algo assim já está sendo feito com a geração passada do iPhone, com o 3GS de 8GB sendo vendido nos Estados Unidos por US$ 49 (cerca de R$ 80) desde o começo do ano. Infelizmente não é isto o que acontece aqui no Brasil, onde o mesmo modelo continua sendo vendido por R$ 1.300 em média.

Para combater isso, a Apple estaria interessada em vender uma nova versão mais em conta em países em desenvolvimento como o Brasil e a China, onde aparelhos pré-pagos são mais comuns. O serviço MobileMe seria ofertado de forma gratuita, permitindo armazenamento de fotos, músicas e outros conteúdos online, proporcionando a sincronia "na nuvem" em vez de precisar de um computador com o iTunes, como é atualmente.

O novo iPhone teria ainda maior suporte a comandos de voz, rivalizando com a elogiada performance dos smartphones com Android. Ao contrário das funções básicas de ligações e reprodução de música no iOS, o sistema operacional do Google permite controlar aplicativos, ditar textos e realizar buscas online com a ferramenta de reconhecimento de voz.

De concreto mesmo, só podemos esperar pelo anúncio do iPad 2 em breve. E, em seguida, novas rodadas de rumores surgirão, sempre seguindo a tendência do mercado e irritando quem não gosta da Apple.

Via Electronista

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares