23/02/2011 16h55 - Atualizado em 14/07/2011 07h01

Jogo é criado para fazer proposta de casamento

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Nós já vimos muitas propostas de casamento ligadas a videogames. Alguns jogadores criam fases editadas de jogos já existentes como Super Mario, alguns fazem eventos online em World of Warcraft, mas essa é a primeira vez que vemos alguém criar um jogo inteiro só para fazer um pedido de casamento.

Cena do "pedido de casamento" (Foto: Joystiq)Cena do "pedido de casamento" (Foto: Joystiq)

 

Matt Gilgenbach programou durante três meses o que chamou de "A Mobius Proposal", título que explicaremos daqui a pouco. No jogo, ele e sua namorada Joanne estavam de "lados opostos" de uma "fita de möbius" e cada um tinha um martelo em mãos. Quando martelavam uma plataforma de um lado, ela levantava do chão do outro, criando um divertido jogo cooperativo que exigia que os dois se ajudassem para progredir.

Para Joanne, ele disse que era um jogo feito por um amigo, que só podia ser jogado cooperativamente, e que este amigo queria opiniões a respeito do jogo. Ao mesmo tempo utilizou-se de um hack no registro da webcam para gravar tudo sem acender qualquer luz de aviso, para que sua namorada não percebesse.

Próximo ao final do jogo, Matt implantou uma mensagem falsa que diria que a bateria do controle do segundo jogador, Joanne, estaria fraca e escondeu a aliança de casamento no compartimento das baterias do controle. Veja no que deu.

A fita de möbius é uma estranha superfície não-orientável de um único lado, então na cabeça nerd de Matt isso deve ter soado de alguma forma poético, pois ao mesmo tempo que os dois jogadores parecem estar de "lados opostos", só precisam fazer algum esforço percorrendo o trajeto para enfim se encontrarem.


Curioso com o que aconteceria se ela tivesse dito "Não"?


Via Joystiq.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares