Sistemas Operacionais

16/02/2011 17h56 - Atualizado em 14/07/2011 07h02

Sony estaria preparando tablet com sistema Android para setembro

Bruno do Amaral
por
Para o TechTudo

A Sony, uma das maiores empresas de eletrônicos do mundo, vende aparelhos para tudo que se possa imaginar. Mas falta um produto específico, justo o que mais está chamando a atenção entre os entusiastas de tecnologia: o tablet. Só que a gigante pode estar se preparando para entrar neste mercado em setembro, segundo fontes ligadas à companhia japonesa.

Mock-up de um suposto tablet da Sony (Foto: Reprodução: Kotaku)Mock-up de um suposto tablet da Sony (Foto: Reprodução: Kotaku)

Seriam dois tablets: um com tela dupla e carregamento de bateria por painéis solares, outro com uma espécie de “lombada” lateral, como se fosse uma revista dobrada. Ainda não há maiores informações sobre o primeiro aparelho, mas o segundo já tem um codinome, configurações e até mesmo uma equipe de produção.

De acordo com o rumor, a Sony está desenvolvendo um tablet de tela de 9,4 polegadas equipado com o sistema operacional Android 3.0 “Honeycomb”, mas personalizado fortemente com a interface da própria empresa. Conhecido internamente como S1, ele está sendo criado pela mesma equipe de engenheiros que criaram a linha de computadores Vaio, embora seja provável não adotarem esta marca no produto final.

Desenho mostra a lombada do S1 (Foto: Reprodução: Engadget)Desenho mostra a lombada do S1 (Foto: Reprodução: Engadget)

A presença da “lombada” na lateral do S1 tem uma razão: proporcionar uma experiência mais confortável ao atrair o centro gravitacional e o peso para mais perto da mão que segura o aparelho.

Por este motivo, segundo as fontes da Sony, mesmo pesando o mesmo do iPad, o protótipo do tablet parece ser mais leve e cansar menos quando usado por muito tempo. E é claro que a tela será capaz de girar para ser usada na horizontal ou na vertical, inclusive para canhotos.

Apps

A interface do Honeycomb está sendo mexida para rivalizar ou até melhorar a experiência em comparação com o iOS no iPad. Além disso, a Sony está empenhada em implementar fortemente o recém-lançado serviço Qriocity de games, música, e-books e vídeos em demanda.

Falando em jogos, o S1 deverá chegar com títulos do PlayStation 1 já instalados, além de integração com o PS3, embora ainda não se saiba se seria com o recurso Remote Play (como o PSP possui para acessar o sistema XMB do console) ou se seria apenas um aparelho com a plataforma PlayStation Suite. O tablet ainda contaria com o recurso Bravia Media Remote para as TVs da marca.

O processador para garantir todas essas operações e uma resolução de 1.280 x 800 pixels na tela será o Tegra 2, um dual core da Nvidia capaz de entregar 1.2GHz em cada núcleo. Câmera traseira e outra frontal também são uma aposta certa, além de uma porta USB-A que garante conexão com pendrives e outros aparelhos. Os únicos botões físicos seriam o de volume e o de força, localizados nas extremidades de cada lado. Ainda há a possibilidade de um terceiro botão “Q” exclusivo para o serviço Qriocity, mas isso ainda não foi decidido.

Lançamento ainda em 2011

O preço ainda não foi decidido, mas comenta-se que a versão apenas com Wi-Fi custaria cerca de US$ 599 em setembro. Apesar de tudo isto ainda ser considerado apenas um boato, é praticamente certo que a Sony vai entrar no mercado de tablets, já que Kaz Hirai, presidente da companhia japonesa, já havia deixado isto claro durante a CES 2011, em Las Vegas, em janeiro. “Além de lançar uma linha de tablets, vamos aumentar a oferta de vídeos, músicas, games e livros nos nossos serviços Qriocity e PlayStation Network para entregar experiências convincentes e únicas para uma grande variedade de aparelhos eletrônicos de consumo da Sony”, disse Hirai na ocasião.

Via Engadget e Kotaku

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares