23/02/2011 12h10 - Atualizado em 14/07/2011 07h01

Vietnã aplica "toque de recolher" para jogos online

Bárbara Gaia
por
Para o TechTudo

O Ministério da Informação e Comunicação no Vietnã enviou um comunicado a todos os provedores de internet para que não permitam o acesso de jogos online entre as 22h e 8h a partir de março. Caso a ordem não seja acatada pelo servidor, o governo irá rescindir o serviço.

Lan house no Vietnã (Foto: Geek.com)Lan house no Vietnã (Foto: Geek.com)

De acordo com o Vice-Ministro Le Nam Thang, “a gestão da internet deve ser melhorada de forma que tanto atenda à demanda de informações e garanta a segurança, para não afetar o estilo de vida e os costumes dos jovens”.

Alguns provedores como a VTC Intercom já declaram que isso será uma medida bastante complicada, já que uma boa parte dos usuários pagam por esses jogos. Além disso, poderá acarretar certo transtorno para a manutenção desses produtos na rede.

China também está impondo restrições

O país asiático está seguindo a mesma decisão do governo chinês que irá colocar uma medida semelhante em prática no início no próximo mês. Eles alegam que os chineses estão passando tempo demais jogando, e com isso estariam negligenciando sua educação, trabalho e, principalmente, a saúde.

O que esta lei difere a da imposta pelo Vietnã, é que visa os mais jovens e dá ao país a responsabilidade de monitorar seus filhos, criando uma espécie de banco de horas onde a criança e o adolescente terão um tempo limite de acesso aos jogos online por semana ou mês.

Há a possibilidade do governo chinês encontrar certos obstáculos porque para que a lei aconteça, eles irão precisar do apoio de todos os servidores para a criação de registros, tanto das crianças e adolescentes quanto de seus pais, para o acesso aos jogos, e isso demandará gastos significativos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares