Tablet

16/03/2011 14h00 - Atualizado em 14/07/2011 06h59

Intel forma parcerias visando o mercado de tablets e além

 Alessandro Iglesias
por
Para o TechTudo

Agora é certo que a Intel entrou na briga pela hegemonia no segmento de tablets. A gigante tem trabalhado com seis a oito empresas do ramo de notebooks para se inserir fortemente nesse novo e lucrativo segmento. Dentre as empresas, já foram confirmadas parceirias com a Inventec e a Compal Electronics, originárias de Taiwan.

Intel investe em parcerias para dominar mercado. (Foto: Divulgação)Intel investe em parcerias para dominar mercado. (Foto: Divulgação)

A confecção de tablets híbridos que utilizam tecnologia Intel já é realidade, como no ViewSonic ViewPad, tablet de 10 polegadas que comporta processamento Intel Atom 1.66 Ghz, com sistemas operacionais Android 1.6 e Windows 7. Mais resultados dessas parcerias certamente poderão ser vistos e testados durante a próxima Intel Developer Forum (IDF), que será realizada em Pequim, China, nos dias 12 e 13 de abril, e também na Computex Taipei, daqui a alguns meses.

Cogita-se que a marca tenha feito parceria também com a Google, visando desenvolver netbooks e notebooks e ainda um Intel/Chrome OS Solutions, que deverá aportar até a segunda metade deste ano, visando melhorias no Chrome OS, novo sistema operacional da Google. Além da Google, a Intel já é companheira da Samsung Electronics, Acer e Asustek Computer, que lançarão modelos vinculados ao sistema operacional da Google.

Parece que a hibridização de marcas é tendência ao se tratar de conquista de preciosas fatias do mercado. Como usualmente acontece, as tecnologias se desenvolvem e os preços baixam devido à concorrência. A Intel, dessa forma, acaba de mirar um grande e potente canhão na direção de marcas que possuem tablets sedimentados no mercado, como a Apple, a Motorola e a Samsung. Resta saber agora como elas farão para dar o troco.

Via: DigiTimes e BGR

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares