Video game

18/03/2011 17h05 - Atualizado em 14/07/2011 06h58

River City Ransom ganha continuação após duas décadas

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Existem aqueles jogos clássicos, mas tão clássicos, que se imagina que nenhuma empresa teria coragem de botar a mão neles nos dias de hoje com medo que derretessem por sua impureza. River City Ransom é um desses jogos e incrivelmente está recebendo uma continuação após mais de duas décadas desde seu surgimento.

River City Ransom  (Foto: IGN)River City Ransom (Foto: IGN)

O estúdio japonês Miracle Kidz anunciou que está preparando River City Ransom 2, a verdadeira continuação do clássico do Nintendo 8 Bits, para consoles ainda este ano e em versão download para PC em 2012. Provavelmente a versão para consoles inclua a Xbox LIVE Arcade e a PlayStation Network, mas ainda é cedo para descartar uma versão pro Nintendo Wii.

Conhecido no Japão como Downtown Nekketsu Monogatari e na Europa como Street Gangs, River City Ransom é um Beat’em Up com elementos de RPG que pode não ter sido um grande sucesso em sua época, mas facilmente se tornou um clássico cult nos dias de hoje graças ao seu estilo.

Para a missão de ressuscitar a série, a Miracle Kidz tem na sua equipe membros que participaram da criação do jogo original, da época em que ele foi desenvolvido pela Technos Japan, além de ter chamado também jogadores fanáticos do primeiro jogo para auxiliar na tarefa.

Para os mais jovens que nunca jogaram River City Ransom, o desenhista Bryan Lee O’Malley, conhecido pela série Scott Pilgrim Contra O Mundo, disse que o jogo foi uma grande influência, tanto para os quadrinhos como para a versão lançada para os consoles no ano passado. “E se você jogasse River City Ransom e lembrasse daquilo como sua experiência no colégio? Essa foi minha inspiração para os quadrinhos”, disse o desenhista.

Via Edge

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares