Sistemas Operacionais

29/04/2011 17h12 - Atualizado em 14/07/2011 06h51

Apple rejeita Smuggle Truck, jogo sobre imigrantes ilegais

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

A Apple não é de se meter muito no que os desenvolvedores independente andam fazendo em suas plataformas, sendo até bem liberal nesse sentido, mas por incrível que pareça, há alguém pra botar ordem nessa casa. Smuggle Truck, um jogo sobre imigrantes ilegais acabou sendo rejeitado por ser considerado racista. 

Smuggle Truck  (Foto: Destructoid)Smuggle Truck (Foto: Destructoid)

O verbo “smuggle” significa justamente contrabandear, passar clandestinamente, e é usado quando se refere ao ato de atravessar cidadãos mexicanos pela fronteira entre o México e os Estados Unidos fora dos conformes da lei. Todos os anos milhares de pessoas se arriscam fazendo esse perigoso trajeto ilegal e a Apple considerou ofensivo explorar o tema. 

Então o que fez a Owlchemy Labs, desenvolvedora do jogo? Trocaram toda a temática do jogo de mexicanos atravessando a fronteira para animais tentando chegar ao zoológico e mudaram o nome para Snuggle Truck, adicionando vários elementos fofinhos e infantis que parecem estar lá para satirizar o fato de que o jogo fora rejeitado antes por ser politicamente incorreto. 

Enquanto as plataformas da Apple receberão puramente essa versão cor de rosa, no PC a equipe adicionou a possibilidade de trocar entre Snuggle Truck e Smuggle Truck com um mero apertar de botões a qualquer momento do jogo. 

Para o iPhone, Snuggle Truck está sendo vendido por US$ 1,99, com a versão para iPad sendo vendida por US$ 2,99. A versão PC com o jogo original incluso custa US$ 5,00. E se você acha que está reconhecendo o estilo das imagens, a arte de Snuggle Truck foi feita por Bill Tiller, o mesmo artista de Curse of the Monkey Island

 

 

Via Destructoid

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares