29/04/2011 16h45 - Atualizado em 14/07/2011 06h51

Criminosos se aproveitam do Casamento Real para espalhar vírus

André Fogaça
por
Para o TechTudo
Phishing do Casamento Real (Foto: Reprodução/Symantec)Phishing "Real" (Foto: Reprodução/Symantec)

Como é comum em quase todo evento de grandes proporções, o casamento Real do Príncipe William e, a atual Duquesa de Cambridge, Kate Middleton, que aconteceu nesta sexta-feira (29) pela manhã, também virou alvo para que criminosos enviassem e-mails com falsas promoções ou produtos para atingir as pessoas desprevenidas.

Logo após a cerimônia matrimonial, já começaram a surgir alguns e-mails com falsas promoções sobre moedas, canecas ou quaisquer outros produtos com a imagem e brasão da Família Real a um preço baixo, que seria dentro de uma suposta promoção.

Ao clicar na imagem, que levaria a loja onde estariam sendo vendidos os produtos, o usuário baixa um malware que pode roubar senhas de transações bancárias que você faz no computador, por exemplo.

Os assuntos que estão no e-mail são:

- Compre uma edição limitada da caneca com ilustração do casamento agora!

- Compre uma edição limitada da camisa do casamento Real

- Compartilhe o casamento mais aguardado do século!

Além destes, podem surgir outros com o mesmo tema. Não só os e-mails estão sendo utilizados por criminosos, mas resultados na busca pelo casamento real podem levar o usuário até uma página com conteúdo malicioso (o que não tem nada com pornografia).

Lembramos a todos os usuários que mantenham o seu programa de antivírus atualizado e funcionando no computador, e que há versões gratuitas de bons programas para que você navegue mais seguro, como os conhecidos Avast, NOD32 e o AVG.

Claro que vale também mais atenção na hora de navegar, principalmente na hora de clicar em links que vem em e-mails suspeitos, daqueles que você jamais solicitou.

Via: Symantec

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares