Video game

05/04/2011 12h52 - Atualizado em 14/07/2011 06h56

Hackers pegam informações de funcionários da Sony

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Recentemente o grupo de hackers conhecido apenas como Anonymous declarou um ataque com sua total atenção voltada para a Sony, visando retaliar o que eles chamaram de “abuso judicial” na perseguição dos hackers George Hotz e Graf Chokolo. A PlayStation Network foi derrubada ontem pelo ataque, mas este teria sido apenas o primeiro passo. O grupo agora está reunindo informações sobre funcionários da empresa.

Grupo Anonymous em protesto contra a Igreja de Cientologia, em Hollywood (Foto: Divulgação)Grupo Anonymous em protesto contra a Igreja de Cientologia, em Hollywood (Foto: Divulgação)

A ação remete à ramificação Sony Recon, uma unidade de reconhecimento e inteligência dentro do grupo Anonymous, que está reunindo informações públicas sobre alvos em potencial para a Operação Sony. Isso inclui funcionários da empresa, especialmente o time responsável pela parte legal e até mesmo o juiz envolvido no caso.

As informações podem estar sendo utilizadas meramente para fins de intimidação, mas o grupo diz que suas intenções são de encontrar algo incriminador que possa ajudar no processo contra seus conterrâneos hackers. Eles comentaram: “Anonymous é contra violência ou ameaçar/atacar pessoas”, afirmando que nada de ilegal está sendo feito.

Entre os alvos estão o executivo Robert S. Wiesenthal, da Sony Corp., tendo seus dados nas mãos dos hackers, incluindo estado civil, idade, endereço, nível escolar e histórico familiar. Outro alvo, Howard Stringer, Chefe Executivo da Sony Corp., está tendo até a vida dos seus filhos vasculhada.

George “Geohot” Hotz está sendo processado por ter revelado as chaves de segurança do PlayStation 3, console da Sony, e ter lucrado com isso, o que ele diz não ter feito. Várias entidades hackers defendem o companheiro e o direito de liberdade para descobrir e partilhar informações, algo que faz parte da doutrina dos hackers.

O grupo Anonymous já estava irritado com a Sony pela remoção da função Other OS do videogame sem nenhuma explicação ou aviso, evento sobre o qual a Sony já está encarando um outro processo.

Via Edge

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares