Fabricantes

05/04/2011 12h07 - Atualizado em 14/04/2014 10h55

Linksys, em parceria com a Cisco, lança linha de roteadores e switches minimalistas

Dorly Neto
por
Para o TechTudo
Roteadores da linha  (Foto: Divulgação)Roteadores da linha  Cisco E- series, da Cisco. (Foto: Divulgação)

Roteadores são parte integrante no equipamento tecnológico de qualquer pessoa antenada com a Internet. Graças a ele, é possível conectar a grande rede a diversos aparelhos em sua casa, como notebooks, videogames e tudo o mais que tiver acesso wireless. A Cisco, maior empresa do segmento, investe pesado nessa tecnologia, e agora anuncia mais um lançamento, com um total foco no design: roteadores minimalistas.

A linha chama-se Cisco E-series e, além do belo desenho dos aparelhos, possui um preço mais acessível. O primeiro modelo, chamado Linksys E1200 Wireless-N Router, custará US$ 60, com uma banda de 2,4 GHz e velocidade até 300 Mbps com transmissão e recepção de 2 x 2. Possui 4 portas 10/ 100, mas não há entradas USB. O modelo Linksys E1500 tem configurações bem parecidas com o anterior, com a diferença de possuir a tecnologia SpeedBoost, otimizando o acesso e com um chip externo de amplificação. Custa US$ 80.

Já o modelo Linksys E2500 possui uma dual-band simultânea de 2,4 GHz + 5 GHz, também suportando 300 Mbps de transmissão. Essas vantagens encarecem o produto, que custa US$ 100. Os últimos modelos, Linksys E3200 e E4200, são os mais caros da linha, saindo por US$ 160 e US$ 180, respectivamente. Porém, seu acesso é muito mais potente que as versões anteriores, ideal para uso profissional.

As vantagens do lançamento de vários modelos é atingir diversos públicos e necessidades. Assim, além de aumentar suas vendas, satisfaz o máximo de pessoas possíveis, pois as demandas de quem usa a Internet são bem diferentes entre o crescente número de usuários no mundo.

Via: Engadget

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares