Fabricantes

27/04/2011 20h17 - Atualizado em 14/07/2011 06h52

Nintendo quer alianças para divulgar sucessor do Wii

Dori Prata
por
Para o TechTudo

Quando a Nintendo lançou o Game Cube, ela conseguiu atrair para si uma imagem de que apenas os jogos desenvolvidos internamente tinham a capacidade de alcançar boas vendas. Para muitas pessoas a atual geração marcaria o fim da empresa, mas com o Wii a companhia mostrou que poderia se reinventar, porém os estúdios externos continuavam tendo dificuldade de emplacar um sucesso. 

Nintendo Wii (Foto: Divulgação)Nintendo Wii (Foto: Divulgação)

Mesmo assim o console da BigN mostrou-se um enorme sucesso, já tendo vendido mais de 86 milhões de unidades, mas o presidente Satoru Iwata sabe que essa falha não poderá se repetir com novo portátil e o Project Cafe e durante uma apresentação para investidores, ele apontou a principal falha do Wii e mostrou-se disposto a conquistar as chamadas desenvolvedoras Third party

“Hoje me arrependo de não termos nos unidos a alguém de fora da companhia para ajudar a divulgar o Wii. Se tivéssemos feito isso, o destino do console poderia ter sido diferente. Agora tenho consciência de que não devemos confiar demais em nós mesmos. Vocês verão o que quero dizer com isso quando divulgarmos o 3DS e o Wii no futuro.” 

Já em outra apresentação, Iwata revelou que o motivo para terem começado a trabalhar na criação do novo console foi o fato de que as produtoras não estavam mais conseguindo surpreender os jogadores com o Wii, o que faz sentido se levarmos em consideração a queda de 25% nas vendas registrada durante o último ano fiscal. 

Mesmo tendo alcançado números tão significantes, pelo jeito o pessoal dentro da Nintendo acreditava que o videogame que os colocou novamente na disputa poderia ter vendido muito mais e se eles estiverem corretos e conseguirem um maior apoio dos estúdios externos, o sucessor do Wii poderia quebrar todos os recordes de vendas. 

Via N-Europe e Eurogamer

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares