03/05/2011 17h10 - Atualizado em 14/07/2011 06h51

Novo sistema de mira infravermelha do helicóptero Apache capta tiros inimigos com precisão de até 5 metros

André Fogaça
por
Para o TechTudo

Cada vez mais a vida dos inimigos dos Estados Unidos fica difícil, já que cada vez mais uma nova tecnologia vem auxiliar os veículos e armas que são empregadas em guerras mais diversas. A novidade da vez é um novo sistema de mira com sensores infravermelho que conseguem “perceber” um disparo de arma inimiga, seja ela qual for, mesmo sem a necessidade de captar a fumaça que a mesma produz.

Helicópteros (Foto: Reprodução/PEO Aviation)Helicópteros (Foto: Reprodução/PEO Aviation)

O sistema se chama GFAS e usa sensores com infravermelho para captar o menor flash que a arma faz quando dispara um projétil – mesmo antes de que qualquer barulho ou fumaça sejam captados por outros sensores – e neste exato momento a mira para este local é travada, com margem de erro de apenas 5 metros, o que pode ser “corrigido” com disparos que cobrem facilmente este pequeno ponto de dúvida que fica na cabeça do piloto do helicóptero.

A comunicação é tão rápida, que chega na tela do computador que emite o alerta em tempo do helicóptero, um Apache, virar e disparar os temíveis mísseis Hellfire, ou uma rajada de balas de grosso calibre da metralhadora que fica na parte inferior da aeronave.

Esta novidade vai equipar os Apaches já neste ano, o que deve acontecer no segundo semestre, e vai ajudar e muito a vida dos soldados em terra e principalmente dos pilotos que manuseiam estas maravilhas tecnológicas e mortíferas com o nome do bravo povo indígena que ocupava as partes central e sul dos Estados Unidos, os Apaches, que agora habitam o estado do Arizona.

Via: Engadget

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares