Internet

11/05/2011 19h41 - Atualizado em 12/07/2013 14h43

Preview: CivWorld, o Civilization para Facebook

Arthur Figueiredo
por
Para o TechTudo

Sid Meier é mesmo um visionário. Após desenvolver inúmeras formas de conquistar o mundo com sua série Civilization, ele a adaptou para o Facebook, criando uma verdadeira sociedade em rede para os usuários. CivWorld é o nome do game multiplayer derivado da franquia. Por enquanto, ainda está na versão alpha, para testes, mas já inclui as civilizações africana, alemã, americana, árabe, chinesa, espanhola, indiana, mongol e russa, além da possibilidade de se manter independentes de nação. 

CivWorld (Foto: IGN)CivWorld (Foto: IGN)

As civilizações são basicamente os “times” de CivWorld. Você e seus cidadãos devem trabalhar juntos para atravessar diferentes eras e derrotar todas as outras civilizações. As recompensas conseguidas em conjunto beneficiarão todos os membros, de acordo com a sua contribuição. Quando sua civilização chegar ao último nível, o jogo acaba. 

Cada jogador tem sua cidade, e o objetivo é expandir sua população o máximo possível. Os habitantes se dividem em classes: fazendeiros geram comida, trabalhadores produzem, artistas criam cultura, cientistas pesquisam e comerciantes geram ouro. É possível também construir e melhorar edificações para aumentar a produtividade. 

A grande diferença é que este jogo promete uma experiência realmente social, no qual é possível – e necessário – conversar com liberdade e/ou privacidade entre usuários. Há votações quanto a ataques à civilizações vizinhas. Uma vez que guerra for declarada, cada lado tem um determinado período de tempo para se preparar, estocando recursos militares, que podem ser construídos ou comprados. Após a preparação, as batalhas são automáticas, e os derrotados perdem unidades militares, e os vencedores ganham a tecnologia que a rival desenvolveu. 

Recursos podem ser adquiridos através de uma loja virtual onde é possível comprar e vender itens, em um mercado com preços flutuantes em tempo real, de acordo com oferta e procura. Também é possível realizar pesquisas para desenvolver tecnologias específicas. Além disso, cultura, ciência e ouro podem ser adquiridos através de uma variedade de minigames. 

Ainda não há uma data de lançamento para a versão beta, para acesso dos jogadores. Segundo a desenvolvedora, a Firaxis, ainda há muito balanceamento e correção de erros a ser realizados, mas CivWorld deve surgir dentro dos próximos meses. Enquanto isso, ainda é possível conferir outros jogos com jogabilidade parecida, como Ikariam e a própria série Civilization.

Via IGN

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Dalva Neves
    2011-05-12T12:09:40

    Achei tudo muito lindo , maravilhoso!!! só não gostei da parte de guerras e ataques, não acho isso bom, sería mais legal brincar com a Paz e não com a desgraça, o mundo já está em decadencia e brutalidade. Após sairmos de um dia de luta em nossas vidas, trabalho /família/escola etc...; sería bom termos algo p/ brincar q nos proporcione paz e conforto. Eu sou viciáda em vídeo games, mas este com certeza eu não jogaría, sómente por este tema GUERRA. Obrigada pela atenção e me desculpe pela franqueza.