11/05/2011 15h57 - Atualizado em 14/07/2011 06h49

Tablet controla labirinto de 2 toneladas na demonstração de novo recurso do Android

Eduardo Moreira
por
Para o TechTudo

Não existe forma melhor de você provar que o seu sistema operacional é competente com uma demonstração prática, diante dos olhos de jornalistas. E foi isso que o Google fez. Durante o seu keynote de ontem (10/05) no Google I/O, eles anunciaram um novo ADK (Acessory Design Kit), que tem como principal objetivo fundir os mundos físico e digital.

Labirinto Google (Foto: Reprodução)Labirinto Google (Foto: Reprodução)

Usando esse ADK e uma interface de hardware, os desenvolvedores podem fazer com que os dispositivos digitais manipulem objetos físicos, o que pode auxiliar no futuro em construções e operações de alta precisão. Para exemplificar o conceito do ADK, o Google construiu um labirinto de duas toneladas no piso do local do evento. Então, utilizando o giroscópio de um tablet Motorola XOOM, eles conseguiram manipular uma bola de boliche dentro do labirinto gigante.

O Google ainda informou que o sistema ADK ainda pode ser utilizado em tecnologias cotidianas, como ligar e desligar lâmpadas de um ambiente, e fornecer alertas físicos para eventos digitais. Um dos objetivos futuros dessa tecnologia é fazer com que, por exemplo, o seu celular se movimente em cima da mesa no lugar de emitir um alerta sonoro, ou que através do seu escritório você consiga manipular um objeto físico na sua casa.

Segundo o Google, as possibilidades dessa nova tecnologia são infinitas, e todas as possibilidades inovadoras de aplicação do ADK dependem apenas da criatividade dos desenvolvedores. Para ilustrar tudo o que falamos nesse texto, você vê abaixo o vídeo com a demonstração que o Google fez durante o keynote de ontem, com o labirinto gigante em ação.

Assista ao vídeo abaixo:


Via Boy Genius Report

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares