Fabricantes

22/06/2011 18h17 - Atualizado em 14/07/2011 06h40

Distribuidora sueca da Nintendo deixa passar referência nazista em site

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Uma pequena infelicidade aconteceu no site oficial da distribuidora sueca da Nintendo. Um editor deixou escapar uma referência nazista acidentalmente em um dos endereços do site, causando um certo desconforto a todos que acessaram o site durante este período e viram a expressão no endereço de seus navegadores.

A expressão "Arbeit Macht Frei" aparecia no site da distribuidora da Nintendo na Suécia (Foto: Divulgação)A expressão "Arbeit Macht Frei" aparecia no site da distribuidora da Nintendo na Suécia (Foto: Divulgação)

Na página dedicada ao título Successfully Learning German: Year 2, que se traduziria para algo como “Aprendendo Alemão com Sucesso: Ano 2″, jogo de treinamento da língua alemã disponível para o serviço de download DSi Ware do Nintendo DSi, o endereço do site teria inclusa a expressão Arbeit Macht Frei, conhecida por ser normalmente utilizada nos campos de concentração nazistas.

Patrik Johansson, gerente de relações públicas da Nintendo da Suécia, comentou que a pessoa que escreveu a frase não estava ciente de sua origem histórica, e que referia-se ao sentido que ela teria originalmente, traduzindo-se para algo como: “Trabalho liberta”.

“Isso é triste e nós esperamos que ninguém tenha se ofendido”, disse Patrik, e continuou: “Com certeza até mesmo os maiores podem cometer erros. No futuro teremos um processo onde analisaremos o texto”. Desde então a distribuidora sueca da Nintendo pediu desculpas pelo ocorrido.

Algumas pessoas não aceitaram muito bem a explicação e começaram a se questionar se realmente seria possível uma pessoa adicionar uma frase em alemão não relacionada ao jogo, tão “acidentalmente” assim.

Via GoNintendo e GamesReactor

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares